segunda-feira, 30 de agosto de 2010

VAIDADE E AMBIÇÃO Proverbios 22.4

O mundo se apresenta a nós na mesma experiência trágica com que se apresentou aos nossos primeiros pais, no Éden. A história se repete e, se não estamos espiritualmente preparados, caímos também.

Vejam bem: Egoísmo é a estrada que nos leva ao pecado da ambição desmedida e irracional. Egoísmo é uma atitude mental reprovável, pois nos faz olhar para nós de forma única e exclusiva. A tentação a que nossos pais foram submetidos foi terrível. A proposta era sutil. Foi assim que o episódio da queda se desenrolou: “É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes se vos abrirão os olhos e. como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal”. (Gn 3.4-5) - disse Satanás. Vejam bem o ardil. Satanás não disse que eles seriam como Deus é, mas sim que eles, como Deus, passariam a conhecer o bem e o mal. Adão e Eva só conheciam o bem. Eles foram feitos moralmente, à semelhança de Deus. De fato eles não conheciam o mal. O pior é que ao conhecerem o mal, se tornaram servos dele, escravizados por ele.

Hoje vejo aquele fatídico episódio se repetindo em minha vida e nas vidas daqueles a quem amo e pastoreio. Vejam o que lemos na Bíbia: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derre-dor, como leão que ruge procurando alguém para devorar”. (I Pedro 5.8) Se vocês pensam que o episódio do Éden tendo como “vítimas” nossos primeiros pais é um fato isolado, se enganam. Ele se repete comigo e com você. Vejamos: O diabo chega de mansinho e sussurra: - Você precisa melhorar sua condição social. Veja o carro de fulano. Veja a casa de beltrano. Veja como eles prosperam. E fazemos exatamente como Eva que olhou, achou agradável aos olhos, tomou e comeu. Então mergulhamos no trabalho, buscamos nos envolver socialmente com pessoas nas quais vemos possibilidade de ascenção social e, ambicionando um melhor status quo, vivemos única e exclusivamente para nós mesmos. Deus? Ah! Ele pode esperar porque no momento estamos preocupados com nossa ascensão social visíveis no carro que queremos ter, na casa onde almejamos morar. Compreendamos que não há nada de errado em termos um bom carro e morarmos bem, o equívoco lamentável é subtrair Deus do nosso projeto de ascensão social. Como é fácil esquecermos da palavra de Deus que nos adverte: “Agrada-te do Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração”. (Salmo 37.4) Aqui temos uma exortação a que nos aproximemos de Deus de maneira integral e compromissada e uma promessa de que ele atenderá os anseios dos nossos corações.

Conheci um casal que frequentava a Igreja com assiduidade e responsabilidade, mas que de repente evaporaram. Procurei-os e perguntei qual a razão do sumiço. Confidenciaram-me que se preparavam para o casamento e que estavam preocupados em fazer seu “pé de meia” e por isso não tinham mais tanto tempo para a Igreja. Quando desse –me disseram - voltariam. Eu fiquei atônito e boquiaberto. Resultado: Casaram, construíram um patrimônio, descasaram e estão tão longe de Deus quanto o diabo da cruz de Cristo. Fico a me questionar: será que eles eram mesmo convertidos?

O egoísmo gera dois filhos gêmeos: a ambição e a vaidade. Tiago e João nutriram essas coisas em seus corações quando pediram a Jesus que ao voltar em sua glória eles se sentassem um ao lado direito e outro ao lado esquerdo do mestre. Disseram estar dispostos a pagar o preço que tal proposta valia. Jesus disse: “Não sabeis o que pedis”. (Marcos 10.38)

Olhe para dentro de você. Se Deus não estiver no topo das prioridades, se ele não for tua ambição, o maior desejo do teu coração, pode esquecer; nada vai te satisfazer, é tudo vaidade, pura e tola ambição.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

JUSTAMENTE MISERICORDIOSOS.



















As testemunhas de Jeová dizem que nós os cristãos erramos quando dizemos que Jesus foi morto em uma cruz. Dizem que Jesus foi morto em uma estaca. Já lançaram isso em meu rosto um cem número de vezes. Uso o mesmo argumento que me ocorreu na primeira vez em que me disseram isso. Eu digo a eles: - Não importa a forma como Cristo morreu, ou seja, se foi em uma cruz como nós dizemos ou se foi em uma estaca como dizem vocês. A questão não é como Jesus morreu, mas porque Jesus morreu. E a partir daí eu lhes falo de duas coisas que se encontram na cruz: Justiça e Misericórdia. E me parece de forma muita clara que eles não entendem nada a respeito de Justiça e de Misericórdia. Então explico a eles.

Para a questão do pecado humano, era necessário que Deus manifestasse sua justiça. Ora Ele mesmo disse aos nossos pais, Adão e Eva, que se comessem do fruto proibido, eles morreriam. Deus não é homem para mentir e nem filho de homem para se arrepender. Tendo desobedecido, nossos pais, e todos os seus descendentes, receberam a pena da morte física, espiritual (foram alijados da comunhão com Deus) e eterna (uma existência sem a manifestação de Deus em um lugar chamado inferno). O Deus soberano havia criado um Jardim para nossos primeiros pais, um lugar de paz, harmonia e onde Ele tinha comunhão com eles. Tudo isso foi lançado por terra por conta do egoísmo. Nossos pais foram expulsos do paraíso. Que tragédia! Mas em maio ao caos Deus apontou o caminho da misericórdia. Ao dirigir-se à serpente ele disse: “Porei inimizade entre você e a mulher, entre a sua descendência e a descendência dela; este lhe ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar”. (Genesias 3.15) Aqui temos o anúncio da misericórdia de Deus, ou seja, a semente da mulher iria pisar na cabeça da serpente. Algo seria feito contra satanás e contra a morte que ele patrocinou ao tentar nossos primeiros pais.

O sepulcro vazio foi o golpe definitivo contra a morte. No momento em que a semente da mulher, Cristo Jesus, ressuscita dentre os mortos, a morte foi vencida (I Cor. 15.54-58). Justiça feita. Paulo escreveu “...o salário do pecado é a morte...” (Rom. 6.23). Jesus pagou esse preço.

Naquela cruenta cruz encontramos a justiça e a misericórdia de Deus. Sim, porque naquela cruz Deus aplicou em Seu Filho a justiça que deveria cair sobre nós. Aquela cruz não era dele e nem para ele. Era minha e tua. Mas Deus o Pai, por amor a nós, colocou-O ali, em nosso lugar. Ali a Justiça e a Misericórdia se encontraram de forma notável.

O evangelho é incomparável porque faz jungir Justiça e Misericórdia em um momento histórico sem igual. Toda a criação contemplou o enigma da cruz porque lá, Deus, justo juiz, manifestou sua justiça, mas demonstrou o amor que vai além de nossa compreensão agindo misericordiosamente em prol dos seus eleitos, aqueles a quem Ele escolheu antes da fundação do mundo.

Olhando para o enigma da cruz posso compreender o que disse Tiago ao escrever..."Falem e ajam como quem vai ser julgado pela lei da liberdade; porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo!”. (NVI Tiago 2.12-23)

Sejamos justamente misericordiosos! É assim que nosso Deus é!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

A LOUCURA DAS ELEIÇÕES 2010

Sinceramente?

Eleições no Brasil virou coisa de louco, maluco, coisa de doido. Talvez você fique espantado com essas minhas palavras, mas é isso mesmo que eu penso. É coisa de louco varrido. Bem, você está pensando o quê? Você por algum acaso já viu alguns dos candidatos? Sim, os "candidatos". Considere você que nessas eleições apareceu aquela restritiva que é a tal da "ficha suja". Mas tem muito candidato aí que tem ficha limpa para quem eu, não só não dou meu voto, como nem ouço seus apelos e nem vejo seus rogos por votos no famigerado horário eleitoral que é uma afronta à democracia.

Para presidência, ainda não sei em quem votar, mas sei em quem não vou votar. A candidata do PT está, desde os primórdios, quando andava de "mãos dadas" com o Sr. Presidente em inaugurações de tudo que fosse possível, totalmente alijada de qualquer possíbilidade. Mas, espere um pouco; se você pensa que não irei votar nela pelo seu passado como terrorista, está redondamente enganado. Explico: Paulo, o apóstolo, também foi um "terrorista" contra o cristianismo. Sua ação foi avassaladora em Jerusalém. Leia Atos 8. O homem foi tão duro, que o próprio Cristo veio convertê-lo quando estava à caminho de Damasco com intenções nada elogiáveis. Mas sabe qual é a diferença entre Dilma e Paulo. A diferença está em que a primeira ainda se orgulha do que fez enquanto Paulo, arrependido, se tornou o maior missionário da história do cristianismo.

Se você pensa que isso é exagero de minha parte, dê uma olhada em que partido ela está. Veja quais foram os mocinhos bonzinhos que colocaram o Lula lá. São os mesmos amigos de Dilma, de ontem, hoje. A mesma turminha que "traiu" o Lula naquela questão do mensalão. A mesma Dilma que disse que não participou de uma certa reunião com uma certa funcionária, mas cujas provas foram concludentes além da confissão suficiente da tal funcionária. Não ela não mudou, a não ser de aparência e ficou um pouquinho mais refinada, bem diferente das combatentes das FARCs na Colômbia que continuam mal vestidas e mal produzidas, como ela andava nos dias do seu engajamento com o terrorismo que lutou contra a ditadura. O que uma dose de capitalismo não faz, não?

Não voto na Dilma, no Tiririca, na Mulher Pera, no Maguila, no Marcelinho Carioca, no Dinei (fui...então vá e não volte mais) e tantos outros que pensam que esse país é um picadeiro. Sem falar naqueles que se dizem pastores e estão querendo abocanhar um pedaço do dinheiro arrecadado às custas de gente que toma trem, pega ônibus, rala para ganhar seu suado dinheirinho e pagar seus altos impostos e taxas e sobreviver em um país sem educação, saúde, segurança e tantas outras carências tão notórias. A maioria, porque não quero cometer o pecado da generalização, esqueceu sua vocação, para o que foram arregimentados por Deus. Mas há alguns "pastores" quem nem foram chamados para Pastorear o Rebanho de Deus. São lobos vestidos de cordeiro, pregoeiros da "teoria da prosperidade", marqueteiros de plantão. Esses vão ser tão ruins na política quanto o são em suas "igrejas", a grande maioria delas, seitas, portas abertas em busca das moedas daqueles que creêm num cristianismo mercantilista.

Não mudo do Brasil como muitos fizeram. Quero mudar o Brasil e para isso tenho coragem de assumir minha cidadania e dizer que essa gente tem que voltar para o buraco de onde vieram. Estão eles pensando que a visibilidade que lhes deu a mídia televisiva, tão mequetrefe desse país, irá lhes redundar em assento na Assembléia Legislativa, Congresso Nacional e Presidência. O tal do Tiririca ainda usa o slogan: Vote em Tiririca: Pior do que está não fica. Veja bem o que ele está dizendo. Se ele for eleito as coisas vão continuar como estão, o melhor que ele pode fazer é não piorar. Mas piorar o que, eu pergunto. Quer coisa pior do que sua candidatura? O tal candidato ainda afirma que também não sabe o que faz um Deputado Federal. Agora perceba; com a inteligência que ele tem vocês acreditam que em quatro anos ele aprende? Não aprende, e eu não estou disposto a pagar uma fortuna para uma tentativa que já sei, será frustrada.

Se você pensa que estou exagerando quando escrevo que essas eleições é coisa de doido veja parte do elenco: Acelino Popó Freitas (PRB-BA), Maguila (PTN-SP), Marcelinho Carioca (PSB-SP), Romário (PSB-RJ), Vampeta (PTB-SP), Fabiano (PMDB-RS), Danrlei (PTB-RS), Gaúcho da Fronteira (PTB-RS), Kiko (DEM-SP) - Membro do grupo KLB, Leandro (DEM-SP) - Integrante do KLB, Netinho (PCdoB-SP) - Cantor do grupo Negritude, Reginaldo Rossi (PDT-PE) (dispensa apresentações), Renner (PP-GO) - Integrante da dupla Rick&Renner, Sérgio Reis (PR-MG) (e eu que o admirava), Tati Quebra-Barraco (PTC-RJ) - Funkeira, concorre a deputada federal (vai quebrar o quê?), Ronaldo Esper (PTC-SP) - O estilista, ladrão de jazigo, quer ser deputado federal, Pedro Manso (PRB-RJ) - Humorista, (eu falei de picadeiro), Dedé Santana (PSC-PR), Tiririca (PR-SP), dizem que é humorista (não é, com certeza), Batoré (PP-SP) - Humorista, Mulher Melão (PHS-RJ), Mulher Pera (PTN-SP).

Pode dizer que eu estou ficando maluco ao escrever sobre esse tema. Eu não quero é entrar na onda. Outro dia vi e ouvi alguém em um restaurante se divertindo com as ideossincrasias de alguns desses "candidatos" acima. Eu também, ri. Diverti-me, é verdade. Depois, sozinho, comigo mesmo, refletindo sobre esse momento político importante para meu Brasil, pensei: "É têm razão aqueles que acusam os brasileiros de fazerem piadas de suas próprias desgraças". O pior é que se essas piadas melhorassem um pouco o quadro, ainda seria em parte admissível, mas estou cansado de piadas sobre a triste realidade da classe política no Brasil porque elas só fazem mudar o foco. Com isso joga-se uma cortina de fumaça e temos que aguentar Clodovis, e tantos medíocres como ele na pólítica.

Já anotei os nomes acima. Neles eu não voto, incluindo a senhora Dilma. Não mesmo. A situação é tão maluca que ao invés de ficarmos analisando em quem vamos, possivelmente votar, decidimos primeiro em quem não votar.

Não sei quanto a você, mas essas eleições, não estão me divertindo. E se você me ver rir, é porque estou em estado de choque. Pode crer!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O TESOURO.

Jesus falou sobre o coração de uma forma singular como ninguém mais. Disse Ele que onde estiver nosso tesouro, aí estará nosso coração, por exemplo. Então nesse caso, resta-nos saber qual é o nosso tesouro porque, onde ele estiver, aí estará o nosso coração. Seria algo terrível, se descobríssemos que nosso tesouro na verdade não passa de quinquilharias, não é verdade? Sim, terrível, porque isso implica em que nosso coração repousa em coisas banais ao invés de estar em coisas que realmente valem a pena.

Já tenho muitas voltas pelo quarteirão da vida. E nessa minha jornada, tenho me deparado com situações nas quais eu mesmo me pergunto: Será que vale a pena? Será que todo esse meu esforço, essa minha dedicação, esse meu empenho, estão sendo gastos em coisas que são realmente valorosas, ou estou andando em círculo tentando preencher um vazio existencial que todos nós um dia possuímos?

A Bíblia está repleta de gente que tentou preencher, esse vazio. Zaqueu, Maria Madalena, a Mulher Samaritana, O Jovem Rico, os dois discípulos à caminho de Emaús, o Apóstolo Paulo, Judas Escariotes, por exemplo. Todos, de uma ou de outra maneira, buscaram preencher o vazio existencial com bem materiais, com religião ou em coleções de relacionamentos amorosos. Estes foram seus tesouros e nessas coisas eles colocaram seu coração. Mas eis que cada um deles se viu diante de uma realidade que surpreende a cada um de nós, ou seja, quando colocamos nosso coração em quinquilharias, a frustração se torna cruel realidade.

Não tenho nada contra a intelectualidade, mas se alguém pensa que ela é tesouro, e por isso põe nela o seu coração, haverá de se deparar com uma profunda tristeza e depressão psicológicas, quando descobrir que ainda falta alguma coisa. Quando o coração está no tesouro errado, a alma denuncia, dá uma grita, declara no silêncio da consciência, e somente os humildes podem pegar o caminho de volta.

Se alguém é tolo o suficiente para se enganar imaginando que a proeminência, a fama, o reconhe-cimento e a glória humana, são tesouros, e para alcançar isso investe tudo que é e tem, irá se deparar com a tristeza ao ver que quando as luzes se apagam, a audiência se retira, o que resta é a frustração e a solidão ainda que estejamos rodeados de muita gente. Elvis Presley não suportou tamanha agonia e insatisfação.

Jesus disse: “..de que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”. (Mateus 16.26). Nada há nesse mundo, que possa ser nosso tesouro, nossa alegria e prazer, com a maravilhosa exceção de Cristo Jesus. Ele é o Lírio dos Vales, a Estrela da Manhã, Nossa Esperança e Nossa Alegria, Nosso Tesouro onde nosso coração deve repousar. Bem disse Agostinho, Bispo de Hipona: “...nos criastes para Vós, e o nosso coração vive inquieto, enquanto não repousa em Vós”. (Confissões)

Devemos fazer uma avaliação sincera: Qual é o nosso tesouro? Nosso emprego? Nossa família? Nossos bens? Nosso progresso intelectual? Nosso status quo? Sim, devemos fazer essa avaliação, porque onde estiver nosso tesouro aí estará nosso coração.

O coração realmente convertido sente prazer em Deus porque Deus é o seu tesouro, seu bem maior. Lembre-se da parábola daquele homem que encontrou um tesouro no campo. Ele vendeu tudo o que tinha para poder comprar aquele campo onde estava o tesouro.

Prezado leitor, abandone qualquer outra intenção; se Cristo não for teu tesouro, você perdeu teu coração.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O CAMINHO DA VERDADE E DA SEGURANÇA

Eu bem sei a que conclusão os reformadores chegaram quando foram definir as características principais e distintivas da verdadeira Igreja Cristã quando comparada àquela outra Igreja que se auto-denomina cristã. Eles afirmaram que (1) A pregação da Palavra de Deus e do Evangelho; (2) A correta observação dos Sacramentos e, (3) A aplicação da Disciplina Eclesiástica, são essas marcas distintivas. Eles na verdade estavam, ao fazer assim, contrapondo-se à Igreja dos seus dias que havia perdido de longe esses princípios e se distanciado totalmente da Bíblia.
Essas são mesmo características próprias da verdadeira Igreja Cristã, mas vejam, vocês que me lêem, em que situação nos encontramos hoje, ou seja, temos um número quase que incontável de Igrejas Locais e denominações que afirmam pregar o evangelho com a Bíblia, só praticam os dois sacramentos, (Batismo e Ceia) e observam uma certa prática de disciplina eclesiástica, mas que sinceramente não podem e nem devem ser consideradas Igrejas Cristãs.
Precisamos, portanto, de uma redifinição quanto a estas características e eu proponho as seguintes, que são quatro.
1) A verdadeira Igreja Cristã crê na Bíblia como único livro de regra, fé e prática. O termo único aqui é de crucial importância. Não admitimos inciclicas e nem tampouco bulas com o mesmo peso inspirado da Bíblia. Não admitimos nenhuma outra fonte de revelação como instruidora ao convertido sobre salvação e santificação. Sola Scriptura, mesmo! E que essa Escritura seja interpretada tendo como ferramenta o método Gramático-Histórico.
2) A verdadeira Igreja Cristã crê em Cristo como único e suficiente salvador. Solo Cristus, nada mais! Qualquer outra proposta, ainda que seja de adição do tipo Cristo e Maria, Cristo e o Sábado, Cristo e Boas Obras, deve ser refutada como lamentável equívoco. Qualquer outro item que anule a graça revelada a pessoa de Cristo Jesus, deve ser rechaçada de forma veemente.
3) A verdadeira Igreja Cristã adora o Deus trino sem nenhum traço de subordinação. Deus pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo são o mesmo Deus em três pessoas e não podemos cometer o pecado de adorarmos mais o Pai, do que o Filho ou o Espírito Santo. A Igreja precisa olhar com equilíbrio para essa questão porque há um só Deus, criador, salvador, mantenedor, provedor e que nos instrumentaliza.E não há uma quarta pessoa na trindade.
4) A verdadeira Igreja Cristã se responsabiliza pelo hoje, mas contempla o amanhã. A verdadeira Igreja de Cristo não é irresponsável com o dia de hoje, com nossa contemporaneidade. Ela se engaja nos problemas de ordem social e política, oferece seus préstimos, sua ética e principalmente se ajoelha em intercessão pelos governos, mas ela sabe que Jesus voltará e busca viver uma vida de vigilância e serviço em prol do Reino de Deus. Ela não se preocupa mais com o material do que o faz com o que é espiritual.
O Supremo Concílio da IPB neste ano de 2010, decidiu que aquelas Igrejas catalogadas como comunidades neo-pentecostais não são verdadeiramente Igrejas Cristãs e sim seitas. E creio que foi uma atitude corajosa. Nisso não há falta de amor e carinho por pessoas, mas um compromisso pela verdade bíblica. Com certeza essas igrejas não consideram com seriedade os quatro itens expostos acima que, em meu entendimento, são marcas distintivas da verdadeira Igreja Cristã. Louvamos a Deus porque a IPB se mantém firme e devemos orar para que continue assim!
A IPBMC deve esboçar essas quatro marcas e zelar em mantê-las como bússula que a conduz pelo caminho da verdade onde há segurança, pois esse é o caminho que Deus determinou para ela

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS