sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

E SE JESUS NÃO TIVESSE NASCIDO?

O que seria de mim se Jesus não tivesse nascido?

O que seria do mundo sem a linda história do Natal de Jesus?

Seria possível cantar algo tão lindo como Aleluia de Handel ou Jesus a Alegria dos Homens de Johann Schop, se Jesus não tivesse nascido?

Contamos a história com os famosos AC e DC. Como a contariamos se Jesus não tivesse nascido?

Foi por isso que, por boca do profeta Isaías, Deus se pronunciou nos seguintes termos: “Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios”.  (Isaías 9.1)

Imagine você um mundo cheio de budas e maomés, um mundo repleto de ghandis e de confúcios. Esse seria um mundo vazio, sem sentido, cheio de idéias mas vazia de ideais, cheia de pesadelos porque não tem esperança, uma existência incerta e cheia de insegurança.

Agora imagine um mundo só com Cristo. Veja o que ele fez, o que falou, como viveu, morreu. Só Cristo basta. Não precisamos de mais nada, absolutamente mais nada.

Quando chega essa época do Natal parece que um certo encanto toma conta das ruas, das lojas, dos shoppings, das vielas, dos lares, das avenidas, dos prédios, das Igrejas. Não haveria isso tudo se Jesus não tivesse nascido e por mais que o tempo passe há sempre um remanescente fiel que acende a chama que parece se apagar.

Noite Feliz, é a canção que sempre cantamos nessa época do ano. Não haveria essa canção se Jesus não tivesse nascido. O que cantaríamos?

Oh! Que linda história é a história do nascimento do meu redentor. Oh! Como eu gosto de cantá-la, de ilustrá-la com encenações e traduzí-la com poesias.

Meu netinho Gabriel entrou na sala de casa. Ela está toda decorada com tudo aquilo que lembra que é epoca do Natal. Ele olhou, arregalou seus olhinhos de uma criancinha de apenas três anos, sorriu com um brilho especial em seu rosto e disse: - Que maravilhoso! Quando chegou a noite e ascendemos as luzes que decoram a varanda e a garagem da casa onde moramos, ele disse: - Vovó, como está lindo! Isso mesmo, tudo que lembra o Natal de Jesus, é lindo, maravilhoso. Isso porque Jesus nasceu.

Que mundo sem graça, em duplo sentido, seria esse mundo sem Jesus. Paulo diz que Jesus nasceu na plenitude do tempo. Nasceu no kairós de Deus, no tempo de Deus.

Já dei muitas voltas no quarterão da vida. Já vivi cincoenta e seis natais. Já cantei muitas músicas de Natal, e a magia é sempre a mesma, o encanto o mesmo, a alegria e a esperança se renovam, o coração acelera.

Que me permitam dizer a todos: a vida sem Jesus não tem graça, a vida sem Jesus não tem sentido, razão. Sem Jesus eu estaria por aí, sossobrando como um navio sem leme açoitado pelas tempestades da vida sem esperança de chegar a qualquer porto que fosse. Sem Jesus eu não poderia cantar sobre esperança, amor, humildade, paz, alegria.

Deus nos livre de vivermos em um mundo sem o Natal de Jesus.



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

FELICITAÇÕES

"A TODOS LEITORES, E AQUELES QUE ME SEGUEM NESSE BLOG DE UMA FORMA ESPECIAL,
MEU SINCERO VOTO DE UM
NATAL COM CRISTO, PORQUE SEM ELE NÃO HÁ RAZÃO
PARA COMEMORARMOS O NATAL. QUE NO ANO DE 2011,
TODOS OS DIAS SEJAM DIAS DE NATAL, OU SEJA, DIAS
NOS QUAIS JESUS NASÇA E VIVA, FAZENDO DA VIDA
UMA EXISTÊNCIA CHEIA DE RAZÃO E PROPÓSITO"

LANÇAMENTO DE CARPE DIEM IV


APRESENTANDO A CANTATA
"UMA ORAÇÃO NO NATAL"




EU E MEU PEQUENO LEITOR - LUIGI


COMPANHEIROS DE MÚSICA E LITERATURA.


RODRIGO ALMEIDA....OBRIGADO PELO CARINHO.



CASAL ESPECIAL.....EDVAIR E TÂNIA


OUTRO CASAL ESPECIAL...CARLOS E IMAIR.


MINHA OVELHINHA ADÉLIA....


TEM GENTE QUE TRAZ ENCANTO PARA O PASTORADO. GENTE QUE NOS AMA APESAR DOS NOSSOS DEFEITOS...
GENTE COMO OSMIL....


QUANDO EU CHEGUEI EM MOGI DAS CRUZES...ERA SÓ, MÁRCIO E A ELAINE...
AÍ CHEGOU ESSA CRIANÇA LINDA, ANA JÚLIA (GRAÇA E ALEGRIA) 


MINHA ESPOSA QUERIDA.
ESSES SÃO MEUS NETOS....GABRIEL E SOPHIA...


COMO ALGUÉM DISSE NA HORA DA FOTO:
- É MAURÃO, A FAMÍLIA CRESCEU.
É VERDADE, CRESCEU MESMO. DEUS A TEM FEITO CRESCER.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

EU QUERO SER CRIANÇA PARA VIVER MAIS UM NATAL...


O Natal está chegando...as ruas vão ficando cada dia mais agitadas, as lojas mais cheias, as luzes decoram as casas, árvores, prédios e praças.

O Natal está chegando, e todos querem comemorar....com canções, com festas, ceias, vinhos espumantes....

O Natal está chegando e eu me lembro dos meus dias de infância quando esperava o presente, ansiava encontrar meus primos e comer aquele enorme e delicioso pernil assado no forno da padaria.

O Natal está chegando e eu me lembro dos pequenos poemas que tínhamos que decorar para recitar na Escola Dominical, das esperanças que se renovavam quando armávamos nossa árvore de Natal. Lembro-me dos algodões simulando uma neve que eu nunca vi.

Ah! O Natal está chegando e eu me recordo do primeiro Natal do qual me lembro. Era uma manhã e morávamos em um cortiço. Acordei com brinquedos sobre minha cama. Coisa simples, mas um tesouro para o coração de uma criança. Recordo-me do lindo sorriso do meu pai ao me ver feliz com tão pouco, dos seus olhos cor azul turquesa. Que saudades meu velho, meu querido....que saudades....Quantos natais, já, sem você.

O Natal está chegando e eu cresci. As lembranças dos encantos dos natais da infância me machucam. Não tenho mais paciência com ruas cheias e nem com lojas superlotadas. Ainda que os enfeites sejam mais sofisticados do que aqueles dos dias da minha infância eu os interpreto como arte, pura e simplesmente. Os brinquedos são mais sofisticados, mas por incrível que possa parecer, não têm graça. A família se reúne, e comemos boas comidas, há cantatas de Natal, muitas luzes acesas, presentes, abraços, poesias e encenações, mas....eu cresci...e estou a procura do encanto, da magia, da esperança do Natal da minha infância.

Não foram as crianças que apagaram a luz do Natal, não foram elas que tornaram o Natal uma época de recuperação do comércio, nem foram as crianças que transformaram o Natal em uma mera expressão artística....foram os malvados adultos como eu....

Eu quero ser criança de novo. Quero me emocionar com a história dos Reis Magos e daquela estrela que brilhou em Belém. Quero crer com toda força do meu coração e alma na história do menino que nasceu para salvar seu povo dos seus pecados.

Deus, não me deixe viver mais um Natal sem encanto, sem magia, um Natal sem alegria. Senhor me faz chorar com as canções, renova minhas esperanças. Senhor me enche da fé genuína que me faz olhar para o Natal com os mesmos olhos da criança que eu fui um dia, porque, afinal das contas fui eu que mudou. O Natal continua sendo a mais bela de todas as histórias. A história do nascimento do Salvador.

"A TODOS LEITORES, MEU SINCERO VOTO DE UMA NATAL COM CRISTO, PORQUE SEM ELE NÃO HÁ RAZÃO PARA COMEMORARMOS O NATAL. QUE NO ANO DE 2011, TODOS OS DIAS SEJAM DIAS DE NATAL, OU SEJA, DIAS NOS QUAIS JESUS NASÇA E VIVA FAZENDO DA VIDA UMA EXISTÊNCIA CHEIA DE RAZÃO E PROPÓSITO"

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

CONSIDERAÇÕES DE UM CIDADÃO BRASILEIRO

A guerra contra o narco-tráfico no Rio de Janeiro precisa ser vista com olhares muito perscrustadores. Invadir comunidades, chamadas favelas, deve ser entendida como parte do encaminhamento para a cura desse câncer que corrói a sociedade em todos as suas camadas em todo o mundo. Sim, invadir e dominar os locais de refúgio, os guetos onde os líderes desse nefasto comércio se escondem, é apenas parte. A terapia para tratar dessa doença vai mais longe.
Exponho aqui minhas considerações sobre esse assunto. Nunca me envolvi com drogas, pela graça e misericórdia de Deus. Nasci financeiramente pobre, mas fui rico na educação que meus pais me deram, apesar de ler com luz de vela e lampião, tomar banho de canequinha, ganhar o pão fazendo carretos nas feiras livres e ter vivido minha adolescência com muita carência.

É preciso que o país empreenda uma luta ferrenha nas fronteiras, naqueles locais por onde a droga entra. Precisamos controlar os "sacoleiros", as fronteiras tanto por terra, por ar e por mar. Não podemos ser o canal de comunicação das drogas para todo o mundo e para os morros e favelas. Que os países produtores de drogas sejam realmente fiscalizados nas fronteiras com nosso Brasil. Interessante o Evo Morales nacionalizar o gas extraído por empresa brasileira e colocar os brasileiros para correr. Mas onde está o pudor quando se trata da pasta de cocaína, e cocaína, tão produzidas em seu país e enviadas para todo o mundo? O Brasil precisa ser mesmo muito criterioso em suas fronteiras e não ser mais consumidor e nem uma mula continental para todo o mundo.

É preciso que as famílias de classe média e alta da sociedade se reestruturem, repensem o valor da família e dos princípios mais elementares da vida, porque são os filhos e filhas dessa classe que compram e consomem essas drogas. Precisamos abandonar a hipocrisia e encarar essa verdade.  Trabalhar como loucos só para construir e manter um status quo acima da média pode custar a vida dos filhos. A Bíblia diz com sabedoria: "Ensina a criança no caminho em que deve e quando for velho não se desviará dele" (Provérbios 22.6) Nessa questão sugiro que assistam o filme Hook- A Volta do Capitão Gancho, com Robin Willians e Dustin Hoffmann.

É preciso que todos aqueles que foram investidos de poder na política e na polícia e que se corromperam facilitando o tráfico e o crime, não só apenas no Rio de Janeiro, mas em todo país, sejam identificados e punidos exemplarmente. E que haja controlo constante daqueles que recebem do Estado o poder e a autoridade, para que os usem com responsabilidade, honestamente e sem exageros.

O governo precisa estar atento para a questão da moradia. Comunidades chamadas favelas existem, também, porque o governo faz vistas grossa à essa questão. Há áreas que devem ser desocupadas, ou reestruturadas, para oferecer nessa restruturação, as condições de moradia com dignidade porque nessas comunidades há muita gente honesta e trabalhadora. Se a geografia privilegia os criminosos que constroem suas "mansões" e fortalezas nos altos dos morros, se faz necessário, na ocupação, aproveitar o ensejo e contruir um forte com sistema de monitoramento 24 horas por dia, lá em cima com um sistema de entrada e saída seguros. Além disse é preciso aumentar, em muito, o número de UPP, Unidade de Polícia Pacificadora, com policiais realmente preparados, que conheçam as realidades dessa gente que, muitas vezes por falta de opção e desespero, se deixa seduzir pelos "benefícios" que os chefes do tráfico lhes oferecem.

Grande parte desse morros são inabitáveis e são áreas de enorme risco no tempo das chuvas de verão principalmente. O governo deve remover esses moradores dali e oferecer, em outro local, uma moradia, quem sabe do mesmo tipo que o sr. Paulo Maluf construiu em São Paulo, por exemplo, porque como já disse aqui, essas comunidades são compostas, em sua grande maioria, de gente honesta e trabalhadora.

Precisamos abandonar a hipocrisia e olhar essa questão com seriedade e responsabilidade. Precisamos de um sistema prisional que dê ao indivíduo condições para que ele seja mesmo ressocializado e não mais escolado para o crime. Não nutro a esperança de que muitos possam ser devolvidos à sociedade em condições de exercer sua plena cidadania encarando a vida de frente, com seus deveres, responsabilidades e privilégios, mas o Estado tem a obrigação de oferecer recursos para essa ressocialização. Nossos presídios são "vulneráveis demais". Os presídios são verdadeiras universidades do crime. Para quê segurança máxima se os cuidados são mínimos. Deve-se ter um e não negligenciar o outro.

Além disso, é preciso que tenhamos leis mais duras. A impunidade é o fermento da violência. Dizer que o crime não compensa, principalmente no Brasil, é fazer apenas discurso, já que temos maus exemplos da classe política dessa nação que se deram muito bem, pelo menos em nível de nossa humanidade. Não tenho dúvidas de que terão que prestar contas a Deus o Criador e Mantenedor de todas as coisas, mas por aqui, tem muitos deles que estão bem guardados em condomínios de luxo e com segurança, 24 horas por dia. Um paradoxo, um contrasenso, não? 

Se vamos punir, punamos a todos indiscriminadamente; pobres e ricos, cultos e incultos, colarinhos brancos ou de qualquer outra cor....mas que todos sejam contemplados com o mesmo rigor da lei.

O governo precisa rever urgentemente questões prioritárias como a Educação e a Saúde. O rico continua tendo privilégios nessas questões e ele não é melhor que o pobre. Ora, ambos são feitos da mesma massa, têm as mesmas necessidades básicas, não entendo qualquer justificativa em favor de suprir essas necessidades de forma diferente. A injustiça social também fomenta e estimula a criminalidade. É certo que não a justifica, mas que explica, explica.

Creio que é possivel expandir essas considerações. Eu as fiz mais movido por um sentimento de amor pela pátria e por civismo. Não posso deixar de opinar sobre essas questões. Elas estão na soleira de minha porta, eu me deparo com elas pelas ruas por onde ando, eu as ouço nas conversas, eu as vejo nos jovens e nas famílias fraturadas, eu as sinto na carne ao ver gente do meu sangue e mui próximas a mim vitimadas.

Eu escrevo isso aqui, com humildade, sabendo que não tenho as respostas para todas as perguntas a respeito de assunto tão complexo. Por isso eu me submeto às críticas procurando com isso, contruir, pelo menos com minhas palavras, um mundo mais justo e mais digno para as futuras gerações, porque, afinal das contas, sabemos que colhemos aquilo que semeamos.

Um abraço no Rio de Janeiro, Cidade Maravilhosa de gente alegre e criativa.


SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS