sábado, 25 de junho de 2011

MULTIDÃO NÃO TEM CORAÇÃO E NEM RAZÃO.

A Bíblia diz que Jesus, vendo as multidões se retirou (Mateus 5.1). Eu também me  retiro.

Multidão tem uma psiquê própria. No meio da multidão o sujeito abre mão de sua individualidade para assumir a mentalidade do grupo. Lembro-me do dia em que fui receber minha Certidão de Alistamento Militar e fazer o Juramento de fidelidade à pátria, no estádio do Pacaembú. Depois que aquela turma foi liberada sairam do estádio em arrastão xingando motoristas, chutando carros e outras atitudes animalescas. Certamente muitos daqueles que agiram daquela maneira na multidão, não agiriam assim se estivessem sózinhos.

Freud escreveu um texto sobre esse fenônemo em que o indivíduo deixa de ser ele para ser multidão. Nessa hora a pessoa é corajosa, faz a mais apaixonada pública profissão de fé, se enche de coragem para gritar slogans. Lembro-me dos caras pintadas no tempo do Fernando Color de Melo. Já vi muitas multidões nesse meu São Paulo querido.

Sou contra esse tipo de evento. Amanhã teremos a Parada Gay. Outro dia tivemos a passeata em favor da liberação da maconha (reprimida pela Polícia Militar). Nessa um grupo de ousados e inconsequentes gritava o seguinte slogan: "Polícia, polícia, a maconha é uma delícia". Pode soar engraçado, mas sinceramente, não tem graça nenhuma. Lembro-me da loucura dos Beattles pedindo à Rainha da Inglaterra para permitir que eles fumassem maconha à vontade para poder ter "inspiração" para escrever suas canções. E eu pergunto: Precisava pedir?  Hipocrisia. Quem acompanhou a trajetória desse grupo sabe que eles fumaram e não pouco. E nós brasileiros cantamos algumas de suas canções sem conhecer o seu conteúdo porque naqueles dias a língua inglesa era ainda menos conhecida do que hoje.

Amanhã (26.06.2011) a Paulista recebe o movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais). E eu me pergunto para quê? Eu me pergunto que tipo de contribuição isso vai trazer para a economia, educação, saúde, família, ordem e progresso dessa nação? Ah! vai ser fácil ficar dando gritos e pulos lá no meio da multidão. Vai ser fácil atacar os "falsos moralistas", os "crentes", falar contra Deus e contra a Bíblia, lá no meio da multidão. O mais difícil vai ser encarar o "after day", descer das nuvens dos desvaneios e aterrisar no chão da realidade, sair do êxtase e da loucura para ter que encarar a segunda-feira cheia de responsabilidades que exigem sobriedade. Vai ser difícil colocar a cabeça no travesseiro e ter que enfrentar a consciência, guardiã que não nos deixa em paz, que fustiga nossa mente, que grita no silêncio, que supera os labirintos da alma e se faz presente dizendo que estamos errados apesar de gritarmos a plenos pulmões dizendo que estamos certos. Mas é luta inglória gritar contra o sussuro da consciência. Ela é mais convincente!

Sou contra o populismo. Massas podem ser manobradas e conduzidas. As massas são volúveis. Os partidos políticos usam as massas, percebe? Qualquer político trabalha a questão da popularidade. Hitler que o diga. As imagens, mesmo em preto e branco estão aí para provar. Se você assistiu o filme The Wave, de Dennis Gansel (1981) deve ser lembrar do professor de ensino médio que devia ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Raines Wegner (o professor) se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Triste é saber que o filme é baseado em uma história verdadeira ocorrida na Califórnia em 1967. É fácil manipular as multidões. Veja o que fez Tim Jones nas Guianas. A história está repleta de massas manipuladas.

Já sei, já sei....talvez você diga...- Ele é crente. Por que não fala da Marcha Para Jesus? Não só falo como já falei e já escrevi que sou contra, também. A Marcha Para Jesus é qualquer coisa, menos Marcha Para Jesus. No dia da referida marcha ouvi um dos líderes religiosos dizendo que depois que a tal movimento começou o Brasil melhorou. Bem, eu não sei em que país ele está, mas certamente, não no Brasil. Parece que ele se isola nos outros dias do ano e só sai do seu mundinho no dia da Marcha Para Jesus. Provavelmente ele seja um desses bispos ou apóstolos que se tornaram empresários da "fé". As "igrejas" desses empresários abrem todos os dias em várias sessões. Há "cultos" de todo tipo. Eles vivem dentro da Igreja vendendo a ilusão e, por contar tantas vezes a mesma mentira, já estão acreditando nela. Esse tipo de gente adora multidão porque sabe manipulá-la. E, falando em rendimentos, uma multidão gera muito mais renda do que um punhadinho

Esse país está convulsionado. Veja as decisões do STF, veja o Senado, veja o Congresso Nacional, enfim leia, ouça, assista, se informe, veja os números. E para quem diz que depois da inserção da Marcha para Jesus no calendário dos neo-pentecostais (sim porque começou com a Renascer em Cristo essa tal de marcha) o Brasil melhorou, quero dizer que o PT defende a mesma tese, ou seja, que foi depois que ele se tornou poder e posição é que o Brasil mudou para "melhor" (entre aspas de propósito). Então, não defendo hoje e nunca defendi a Marcha Para Jesus por ser populista, por defender (hoje) um ecumenismo unilateral, porque é fácil assumir a psique da multidão, mas é difícil voltar para a realidade e ser cristão no dia seguinte, no trabalho, na escola, na família, na condução, no trânsito, enfim em todas as dimensões de nossa atuação como cidadãos.

Jesus evitou as multidões e certamente não estava nessa Marcha acontecida no último dia 23.06.2011 como não esteve nas outras mesmo porque se ele aparecesse diria o que disse à mesma multidão que o seguiu por causa do pão: "Em verdade, em verdade vos digo: vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes". (João 6.26)

Amanhã vai ser mais um dia triste para o Brasil. Amanhá teremos mais um espetáculo de horror e de falta de seriedade.

Amanhã a Paulista será palco de mais um desfile da hipocrisia e teremos lá muitos políticos interessados mais nos votos do que na verdade e bem estar dessa nação. Eles não estão nem aí com a verdade, eles querem mesmo é a popularidade que lhes garanta votos e com isso os altos salários que ganham sem merecer. Com o slogan "Amai-vos uns aos outros", aliás tirado da Bíblia Sagrada, o movimento profana as palavras de Jesus. É bom que não nos esqueçamos que Jesus repreendeu a multidão ávida em apedrejar uma prostituta. Mas Jesus disse àquela mulher: - Eu também não te condeno. Vá e não peques MAIS. Jesus proferiu juízo de valor sobre aquilo que a mulher praticava e a absolveu com a exigência de que ela não mais pecasse.

"Amai-vos uns aos outros" também não pode ser entendido sexualmente. Não foi nesse sentido que Jesus disse essas palavras.


"Amai-vos uns aos outros" não exclui a disciplina quando necessário. O amor não é indulgente porque ele se manifesta na disciplina muitas vezes. O pai que ama o filho, o disciplina quando necessário.


"Amai-vos uns aos outros" não significa fechar os olhos e nem tapar os ouvidos contra o que é errado e aquilo que a mesma Bíblia diz ser pecado.

Jesus teve compaixão da multidão, mas ele a conhecia muitíssimo bem. Ele não se iludia com ela. Basta lembrar que muitos que o aclamaram em sua chegada em Jerusalém, com grande probabilidade estavam na multidão que clamava: -Crucifica-o, crucifica-o.

Jesus sempre evitou as multidões. Ele as conhecia bem antes e melhor do que eu, você e Freud. Se Ele as evitou bom seria que fizessemos o mesmo. Bom seria que o trânsito circulasse livremente no domingo, já que durante os outros dias da semana, sabemos muito bem não ser possível.

Bom seria que houvesse amor no coração e juízo no cérebro.

4 comentários:

  1. Caro colega, gostei muito de ler seu artigo. parabéns. Penso como você.
    Abraços
    Valdemar Alves
    naovosconformeiscomesteseculo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo retorno. Deus o abençoe.

      Excluir
    2. Caro colega anônimo (rs). Obrigado pelo retorno e fico feliz em saber que gostou do texto.

      Excluir

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS