sábado, 29 de outubro de 2011

A REFORMA PROTESTANTE E O TREM....

Saiu dos trilhos, descarrilou. Essa é a figura que podemos usar para nos referirmos à Igreja no século XVI, ou seja, uma Igreja fora dos trilhos. Fora dos trilhos da Palavra de Deus, da Bíblia e por isso, entregue às tradições, à sede pelo poder e influência política. Uma Igreja temporal que perdeu de vista os valores eternos, uma Igreja que trincou de dentro para fora.



Num cantinho da Alemanha quis Deus, por sua providência e decretos eternos, levantar um homem, simples homem. Um monge agostiniano cujo nome era Martinho Lutero. A partir de seus raciocínios e também de seus escritos, Lutero nutriu o desejo de ver a Igreja voltando aos trilhos, mas teve que romper com ela, e por isso surgiu uma nova Igreja. Princípios como Sola Scripturae, Sola Gracia, Sola Fidei, Solo Christus e o Sacerdócio Universal dos Crentes formaram a base dessa nova Igreja.



Não é preciso muito esforço para observarmos essa tendência de sair dos trilhos nos dias atuais. Hoje mesmo encontramos um tipo de Igreja que se deixou seduzir pelo mesmo anseio de poder e proeminência, pela mesma afã de robustez econômica, pelo encanto do culto à personalidade. O gostinho pelo poder fez vir à tona o “apostolado”. É um tal de apóstolo daqui e apóstolo dali, mimetizando o “apóstolo de Cristo” também chamado de Papa. A grande maioria aceita.



Quando olhamos o mundo evangélico brasileiro encontramos uma Igreja, com raríssimas exceções, seduzidas pelo fetichismo tão característico daquele dos dias de Lutero (rosa vermelha e branca, balinha ungida, novena evangélica, as coreografias, subir no monte, a fogueira santa de Israel, as romarias à terra santa e por aí vai). E a multidão de tolos cresce. O patrimônio dessa gente sem pudor engorda e dilata às custas dos incautos e necessitados.



A Igreja Presbiteriana do Brasil, graças a Deus, se mantém firme nos princípios elementares e fundamentais daquela Reforma do Século XVI. Não podemos nos deixar seduzir pelo pragmatismo que vê na multidão a prova da legitimidade. Temos que manter o prumo, fincados na Sola Scripturae, porque disse Jesus no seu Sermão Profético: ”Passará o céu e a terra, porém minhas palavras não passarão”. (Mateus 24.35)



Afinal de contas devemos ter por líquido e certo que somente quando o trem se mantém nos trilhos é que ele chega ao seu destino final.

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS