sexta-feira, 20 de julho de 2012

EVANGELIZAR É O EXERCÍCIO ESSENCIAL PARA NOSSA SAÚDE ESPIRITUAL. EVANGELIZE PORQUE EVANGELIZAR É PRECISO.

EVANGELIZAR É PRECISO        João 4.31-38
                O encontro de Jesus com a mulher samaritana nos ensina preciosas lições sobre levar almas à Jesus. No encontro com a mulher samaritana Jesus nos ensina o quão importante é a evangelização. Jesus nos ensina 


Evangelizar é essencial: Os discípulos deixaram Jesus e foram comprar alimento. Ao voltar eles encontram o mestre conversando com aquela mulher. Interromperam aquela conversa para pedir a Jesus que comesse. Eles revelaram cuidado e carinho com seu mestre. A resposta de Jesus foi surpreendente: “Uma comida tenho para comer que vós não conheceis. A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra”. Assim como a comida é essencial para produzir energia, e assim podermos realizar nossas tarefas, da mesma forma evangelizar (realizar a obra de Deus), é esssencial para a manutenção do vigor espiritual. Crente que não envageliza adoece assim como adoecemos quando não nos alimentamos.


Evangelizar exige paixão: Uma pessoa apaixonada nunca age preconceituosamente. O texto diz que era necessário que Jesus passasse por Samaria. Havia pelo menos três caminhos que ligavam a Judéia à Galiléia. Apesar do caminho que passava por Samaria ser o mais curto, os Judeus o evitavam. Havia forte animosidade entre Judeus e Samaritanos. Há 700 anos eles eram inimigos. Mas Jesus sabia que na agenda divina Ele tinha um encontro marcado com aquela mulher, naquele poço em Sicar. O mesmo aconteceu com Jesus em Jericó ao dizer a Zaqueu que descesse daquela árvore. Alguém que ama, não vê distância, nem outros impeditivos para alcançar o coração daquele que é objeto do seu amor. Nada adianta termos boa teologia, bom governo eclesiástico, sermos organizados como denominação (seja ela qual for), se não amarmos as pessoas e sermos apaixonados por nossa missão proclamadora do evangelho.


Evangelizar exige visão de fé: Jesus disse aos seus discípulos que os campos já estavam  brancos e prontos para a colheita, mesmo faltando quatro meses para isso se tornar realmente visível ao olho humano. O que Jesus está dizendo aqui é que o semeador lança a semente ao solo porque tem fé de que a semente semeada se tornará em fruto a ser colhido. Aquele que semeia o trigo, vê na semente, o pão sobre a mesa. Isso é fé. Muitas coisas podem acontecer entre a semeadura e o tempo da colheita, mas a colheira é certa quando feita com amor.

  
O cristianismo perde terreno quando confunde eclesiologia com missiologia. O cristianismo se robotiza e se torna cerimonialista quando se permite reduzir ao momento estanque da liturgia comunitária. O cristianismo se paganiza quanto se constitui em um balacão de negócios onde o homem traz a oferenta à divinda e esta responde com bênçãos. O cristianismo se apequena quando transforma a Eclésia em um gueto, em trincheira, em teatro onde nos ensimesmamos. 


O cristinismo só tem sentido eclesiológico quando demonstra responsabilidade no ato de proclamar “as virtudes daquele que nos chamou das trevas para sua maravilhosa luz”. (I Pedro 2.9b). O culto cristão revela legítimo fervor quando o cristão faz da proclamação do evangelho seu ato de adoração. Ir à Igreja tem sentido quando somos a Igreja Proclamadora onde colocamos nossos pés. O cristianismo se torna bíblico quando Deus é adorado por ser Deus e não por Sua capacidade de realizar milagres e resolver problemas humanos. Jesus não ocultou daquela mulher mulher samaritana que ela era uma pecadora. O cristianismo não é um negócio. O cristinismo revela quem eu sou e naquilo que, em Cristo, posso me tornar.  O cristianismo é estilo de vida. Ser cristão na Igreja, não é tarefa difícil, mas viver como cristão nos outros segmentos em que atuamos, (trabalho, família, escola, clube, shoppings, por exemplo), é tarefa difícil. É fácil ser cristão onde nossa intimidade é fugaz, mas ser um cristão nos ambientes onde as pessoas nos conhecem intimamente é muito difícil, mas temos que ser discípulos de Jesus em qualquer lugar, sob qualquer circunstância.


Evangelizar é preciso, porque é essencial para nossa saúde espiritual. Evangelizar é demonstrar paixão pela missão e pelo alvo e objetivo dela (pessoas, sejam quem for) que é ver pessoas conhecendo Jesus como Salvador e Senhor. Evangelizar é uma questão de ter fé em que a semente que semeamos irá frutificar de acordo com a vontade de Deus que é o dono da lavoura.


Não dê desculpas. Evangelize porque isso é preciso.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS