sábado, 22 de junho de 2013

CULTO A DEUS OU SHOW GOSPEL?




"Nem todo aquele que me diz: - Senhor! Senhor - entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus". 
Mateus 7.21

Gritinhos, assobios, flashes das câmeras fotográficas, mãos agitadas de um lado para o outro, gente pulando, autógrafos, holofotes, um frisson só. Sabe o que é isso? Show Gospel. Ao ver no Youtube alguns que se dizem cantores do evangelho eu fiquei estupefato ao constatar a idolatria, o culto à personalidade, e o pecado em forma de música com a agravante de que o fazem em nome de Jesus nos tais shows. Eu sei que há exceções nessa questão de intérpretes de música cristã, mas são muito poucas, pouquíssimas exceções. 

Convivendo, mesmo que não intensamente com esses cantores gospel, percebo que o linguajar é idêntico ao linguajar dos cantores seculares. Até a forma de se vestir é muito parecida. Na verdade o que diferencia a maioria dos cantores gospel dos seculares é o fato de que este canta em nome de si mesmo, procura a sua glória, enriquece às custas de seu talento explicitamente, enquanto aqueles cantam em nome de Deus, dizem visar a glória de Deus, mas amam a glória humana, e assim como os cantores seculares, eles também enriquecem monetariamente.

É comum observar na internet cartazes anunciando que na Igreja tal haverá um culto a Deus com a participação desse ou daquele cantor gospel. A questão toda é atrair o povo. A Igreja se transforma em uma casa de shows e se o fiel pensa que não paga por isso está muito enganado porque os tais "pastores" são muito criativos na hora de auferir resultados financeiros de eventos como esses.
Um dia, assisti um desses shows, levado por um amigo que insistiu para que eu fosse com ele. Ele, que gosta desse tipo de coisa, se lambuzou. Na hora da oferta o pastor da Igreja apelou, apelou, apelou, e no meio de sua apelação ele perguntou à audiência: - Você gostaram da banda tal? Se gostaram provem dando uma boa oferta para eles.

Eu até que daria uma boa oferta se a tal banda tivesse cantado alguma coisa que prestasse do ponto de vista teológico. Eu até teria dado alguma oferta se o som não fosse ensurdecedor  Eu daria até uma oferta se o barulho dos instrumentos não encobrisse as vozes dos "cantores". Não dei oferta coisa nenhuma, mas meu irmão que  me levou, e é rico, fez um belo cheque e ainda disse que estava com isso colaborando com o reino de Deus.

A maioria desses cantores gospel deixou Jesus de lado a muito tempo (se é que O conhecem mesmo como Salvador e Senhor de suas vidas). Esses tais cantores gospel vivem  de show em show que alguns chamam de culto. Sim, é um culto, entretanto a pessoa adorada nesse culto não é o Trino Deus, mas o próprio cantor. Lamento muito que isso esteja acontecendo. Não precisamos de shows gospel. O crescimento na quantidade desses shows é diametralmente oposto ao crescimento espiritual do povo de Deus que só é possível adquirir a partir do estudo sério e equilibrado nas Sagradas Escrituras.  Mas vivemos em dias nos quais não se pensa em reflexão e sim em som. 

Eu não vou citar nenhum nome aqui, por várias razões e principalmente pela questão ética, mas se eu fosse citar, para minha tristeza eu lamento dizer, teria que usar um espaço enorme porque a quantidade de cantores gospel é fenomenalmente enorme.

Gostaria de dizer que nesse cenário de dor e tristeza, encontramos algumas raras exceções. São poucos os grupos ou cantores cristãos que se salvam. Também não vou citar nenhum, apesar de serem pouco, pela seguinte razão: há algum tempo havia alguns que pareciam sérios e eu acabei por morder minha língua ao ver que eles sucumbiram aos aplausos, aos pedidos de autógrafos, aos gritinhos dos fãs. Assim, os que não se encaixam nesse perfil que descrevi, não precisam ser citados aqui; 
o que eles devem fazer é orar e trabalhar para se manterem puros e incontaminados. 

Não sou contra a música cristã. Eu mesmo tenho enorme prazer em cantar. Já cantei em Coral, Quarteto Masculino, Misto, Equipe de Louvor, e há anos tenho cantado por aí. Eu sempre saliento que sou um Pastor que canta e não um Cantor que Pastoreia. Meu chamado é para o Sagrado Ministério que é Pastorear o Rebanho de Deus na perspectiva bíblica tão bem explicitada em I Pedro 5.1-4. Na liturgia que preparo eu busco o equilíbrio e a temática entre músicas cantadas e a mensagem proferida pelo Pregador.

O povo de Deus precisa entender, compreender, o que é o Culto que prestamos a Deus. 
Cultuar a Deus não é passatempo, entretenimento. 

Cultuar a Deus é manter comunhão com Ele no diálogo quando na oração o filho humilhado fala e o Pai ouve pela mediação de Jesus, e na exposição fiel nas Sagradas Escrituras o Pai fala e o filho humildemente ouve e aquiesce. Há vários tipos de oração, há vários tipos de prédica, mas esse é o cerne da adoração, do culto. A música, seja ela de louvor, testemunho, confissão, adoração, consagração,
 ilustra a oração e a prédica. Por certo há orações que podemos cantar e há passagens bíblicas que também podemos cantar, mas percebam que isso não acontece em "shows gospel". Normalmente, em shows gospel o que prepondera é a ufania, o pensamento positivo, os gritos de guerra, as palavras de ordem. Há pouca teologia ou nenhuma teologia nos tais shows.

Na sinagoga havia música. O maior livro da Bíblia contém música e poesia (Salmos). Jesus cantou. 
Mas a centralidade estava na pregação e exposição da Bíblia (Judeus - AT e Cristãos - AT e NT). Eu conseguiria sobreviver sem a música, mas sem a exposição fiel na Palavra de Deus eu ficaria desnorteado. É terrível notar que em algumas Igreja o Púlpito foi substituído pelo palco. Dá para entender; se a questão é show, melhor o Palco mesmo. Não estou canonizando o Púlpito, estou contestando o Palco. 

Quando oramos ou quando pregamos, ou ainda quando cantamos, Deus dever ser o centro de nossa atenção. Sem isso, o conteúdo litúrgico se esvazia, não há sentido e por mais barulho que se faça, nada chega ao trono do Eterno. Esterilidade seria a palavra com a qual poderíamos definir um Culto onde o homem toma o lugar de Deus.


Assim um alerta ao povo de Deus: Não frequentem tais lugares onde o Culto é antropo centralizado. Não vá aos tais "shows evangélicos".Não compre CD e nem DVD desses que não têm nenhum compromisso real com o reino de Deus. Você está gastando tolamente o dinheiro que você tanto luta para ganhar. Não jogue seu rico dinheirinho fora. (Isaias 55.1,2)

Mais vale o silêncio do coração sincero do que o volume alto de canções onde a glória devida a Deus é direcionada ao pequeno e inútil homem que se imagina deus.

Um comentário:

  1. TALK $HOW GO$PEL


    Ela é estrela gospel
    Uma artista influente
    Sei que canta tão bonito
    E cativa tanto aos crentes!

    Pôs um pouco mais de ruge
    e caprichou no seu batom
    ela foi para TV
    como acha isto bom!

    Participou de outro programa
    uma artista pop star
    adora tal badalação
    é estrela quer brilhar!

    Dá gloria a Deus diz aleluia
    e dá paz para o irmão
    ela é assim tão poderosa
    sua fama é sua unção!

    Não conhece a historia
    de um povo que sofreu
    de um povo que ainda sofre
    por amor a Jesus cristo.

    Tem seu grupo de amigos
    todos cantam para os crentes
    mas não são a solução
    para crentes tão doentes!

    Seus amigos tão festeiros
    esqueceram a essência
    não colocam em evidencia
    as verdades do evangelho.

    Sei que são célebres artistas
    talk show e tudo mais!
    mas não vivem o evangelho
    são voláteis tão fugaz.

    Se enveredam pelas madrugadas
    em boates as escondidas
    quantos traem os seus cônjuges
    estão nas drogas nas bebidas

    cantam e dançam um avivamento
    para Deus triste o lamento
    ignoram que são efêmeros
    também se esquecem do tormento.

    O importante é conquistar
    o evangelho anunciar
    mas evangelho deturpado
    que anula a salvação

    que não fala de arrependimento
    não condena o pecado
    trás um deus tão abstrato
    submisso tão pacato.

    Vendem milhares de CDs
    cobram caros por seus cachês
    e o povo tão estéril
    se derramam em emoção,

    mas não derramam o coração
    não suplicam por perdão
    são apenas povos secos
    tão perdidos na ilusão

    reaviva tua igreja Deus!
    Pai não a deixe morrer
    ela é quantitativa
    mas não é qualitativa.

    Vejo líderes perdidos
    a guiar o seu rebanho
    um evangelho tão profano
    que só fala de riquezas

    faz de ti reles mordomo
    subalterno as nossas bênçãos
    sucumbindo a nossa presunção
    mas não fala que tu és
    a nossa única solução.

    ResponderExcluir

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS