quinta-feira, 12 de setembro de 2013

ROCK IN RIO E O CRENTE

O tal do Rock In Rio aconteceu! Quais os resultados de todo esse agito, de toda essa movimentação? Quais os resultados para a cultura, a moralidade, a ética, os bons costumes, a família e, principalmente, para a espiritualidade que tal evento produziu? Eu pergunto até em tom de desabafo. Não é uma situação agradável você ser interpelado por pessoas que você ama e que ainda nem trocaram as fraldas, que vivem debaixo do financiamento dos pais, que não sabem escrever e nem raciocinam com inteligência e ponderação,  tirando onda com a minha cara ao ficar elogiando esse evento danoso e funesto. Eu repito: Que proveito isso trouxe à sua moralidade, aos aspectos éticos da vida. Enquanto rolava esse desfile de homens mal vestidos (alguns nem vestidos) e mulheres sensuais, num ambiente para lá de barulhento o STF dava uma demonstração de falta de coragem e brasilidade. E a moçada pulando, saltando, e se divertindo!

Eventos como esse são como correr atrás do  vento ou imaginar que do outro lado do arco-íris há mesmo um pote de ouro. Sim, há muito ouro sendo levado aos bolsos dos organizadores desse evento e aos seus personagens (bandas, cantores, dançarinos, etc...). Esse evento e outros que tais, Carnaval, Virada isso, Virada aquilo, Marcha para Jesus, inclusive, são meras abstrações, um tipo de entretenimento perigoso onde aqueles que participam se deixam seduzir pela psique da multidão se tornam um contingente enorme de alienados. Lembro-me do famoso festival de Wood Stock: Muita maconha, cocaína, LSD, perventim, cerveja, Whisky, e muito sexo casual e sem compromisso sob a égide do tal Paz e Amor. Não havia nem paz e nem amor naquilo. Sobrava irresponsabilidade, isso sim. 

Agora eu fico atônito ao ver crentes que frequentam um evento tão funesto, tão danoso a espiritualidade do cristão do que esse. E tem até Pastor que fica tricotando com alguns jovens sobre as caraterísticas dessa ou daquela banda. Há pais de jovens que professaram sua fé em Jesus que financiaram a incursão dos filhos em tal evento. Será que têm medo de formar fileira ao lado daquilo que é justo e verdadeiro e querem se passar por pais moderninhos, democráticos, "amigos dos filhos", o "pai e a mãe da hora"? Se é isso eu lamento, mas se dependesse de mim eu não levaria meus filhos e até onde pudesse eu os proibiria de frequentar tal ambiente.

Há crentes que querem ser moderninhos. Eles vão na onda. Não têm força para simplesmente ficar à parte de tudo isso, para dizerem não ao apelo da carne e das paixões. Eles não querem serem vistos como radicais, como ultrapassados, como retrógrados, bitolados e outros adjetivos depreciativos. 

Porventura há algo mais radical, trágico, do que o pecado? O pecado é sutilmente danoso. O que aconteceu com Eva no Éden, se repete todos os dias em formatos diferentes. Para os que querem ir ao Rock In Rio o papo da serpente é esse: - Que mal há nisso? É apenas música. Você não vai se contaminar. Isso é cultura. Você não pode ficar desatualizado. Vá, mas não faça sexo e nem se drogue. Curta as "músicas" o agito apenas. Você tem direito a ser feliz e se divertir. Todos seus amigos vão. Só você vai ficar em casa? Lá você vai ver de perto (não tão perto assim) as bandas tal e tal.....!!!!!!!!  E a maioria cai na lábia da serpente e ainda alguns dizem que não vão se contaminar, que não vão fazer nada. Bem para começar eu desconfio mesmo de alguém que se declare um cristão e goste desse tipo de evento. Rock In Rio é isso: barulho, drogas, sexo casual, ficar, azarar e muito mais de coisas ruins. 

Há "crentes" que não percebem que isso é como o carnaval, ou seja festa da carne. Alguns não vão ao Sambódromo do Rio ou de São Paulo, não vão atrás dos Trios Elétricos em Salvador e Recife. Muitos deles se refugiam em Acampamentos no Carnaval. Fazem isso dizendo que estão fugindo da festa da carne. Mas eu fico a me perguntar: Que diferença há entre Rock In Rio e Carnaval? As modalidades musicais são diferentes, concordo. O ambiente não é um Sambódromo mas um lugar aberto e preparado para as bandas se apresentarem. Mas a despeito dessas diferenças, ambas as festas visam satisfazer as paixões da carne.

Esses "crentes" deveriam se perguntar se Jesus frequentaria tal evento. Pedro escreveu: "Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância, pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque está escrito: Sede santos, porque eu sou santo" (I Pedro 1.14,15). Tiago escreveu: "Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus". (Tiago 4.4)

O argumento de que alguns vão, mas não se drogam e nem se prostituem cai por terra se lembrarmos o que Paulo escreveu à Igreja de Tessalônica na porção em que trata dos aspectos práticos da vida cristã: "Não apaguem o Espírito. Não tratem com desprezo as profecias, mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom. Afastem-se de toda forma de mal. Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, a alma e o corpo de vocês sejam preservados irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo". (I Tess. 5.19-23)

Tenho para mim que quando não estamos onde deveríamos estar sempre somos levados a fazer o que não deveríamos fazer. Quando estamos onde não deveríamos estar deixamos de ser bençãos e passamos a ser escárnio para o santo evangelho de Cristo. Ora, imagine alguém pulando, saltando, com uma garrafa de cerveja na mão, em um evento como esse e se declarando um discípulo de Cristo. Com a mais absoluta certeza até o incrédulo vai duvidar de tal declaração. 

A multidão tem um poder de sedução extraordinário. Vide o que acabou acontecendo nas manifestações do MPL (Movimento do Passe Livre), que começou em São Paulo e inflamou o Brasil todo. Havia um enorme contingente de pessoas no meio da multidão que gritavam slogans, ofendiam as autoridades, sem saber porque faziam isso. E nesse meio havia os marginais infiltrados para promover os saques e as agressões de que todos somos testemunhas. A televisão deixou isso bem claro. Dizer que vai ao Rock In Rio e não vai se contaminar com aquilo que acontece lá é mesmo um discurso difícil de acreditar. Mesmo que a pessoa seja bem intencionada, se ela não praticar o que é comum acontecer em eventos como esses, ela se sentirá um peixe fora da água. 

Mas há uma outra consideração que eu quero fazer e ela tem a ver com o Salmo 1. Na Nova Versão Internacional lemos o Salmo 1 assim: "Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores e nem se assenta na roda dos escarnecedores. Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que faz prosperará. Não é o caso dos ímpios! São como a palha que o vento leva. Por isso os ímpios não resistirão no julgamento nem os pecadores na comunidade dos justos. Pois o Senhor prova o caminho dos justos, mas o caminhos dos ímpios leva à destruição". 

Ora, o que é ir ao Rock In Rio se não seguir o conselho dos ímpios, imitar a conduta dos pecadores e se assentar na roda dos escarnecedores? Sim é isso mesmo. Quem frequenta tal ambiente e ambiente similares está cometendo um grave erro e equívoco lamentável.

Essa minha palavra é Pastoral e de alerta ao jovens e aos seus pais. Os jovens cristãos devem ter forças para poder dizer não a isso. Eu amo música. Quem me conhece sabe muito bem disso. Eu sou da geração que mudou muita coisa em termos de música, tanto no mundo quanto dentro da Igreja. Mas depois de minha conversão eu simplesmente senti que fui liberto do Egito com seus pepinos e bolos de carne. Quando me recordo das minhas incursões no mundo da música e dos efêmeros relacionamentos que curti naqueles salões e ambientes eu não sinto nenhum orgulho. Pelo contrário eu sinto que perdi meu precioso tempo com futilidades e pecados. Graças a Deus que redimido perdi todo o gosto por aquilo. Continuo amando música, e quem me conhece, como já escrevi acima, sabe muito bem o que eu faço com meu dom e com a música na Igreja. Essa arte foi contaminada pelo pecado, mas é possível fazer música para a alma e coração humanos sem que nos leve à sentimentos e atitudes pecaminosas.

Jovem...não vá ao Rock In Rio. Economize seu dinheiro, seu tempo, sua saúde. Faça uma viagem, conheça outros lugares, invista em um curso de aperfeiçoamento profissional, compre alguns bons livros. Invista seu dinheiro, saúde e tempo naquilo de que você não irá lamentar no futuro. Deus disse certa vez ao povo da aliança, por boca do profeta Isaías: "Venham, todos vocês que estão com sede! venham às águas; e vocês que não possuem dinheiro algum, venham comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo. Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão, e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará com a mais fina refeição". (Isaías 55.1-3)

Lembrem-se, jovens, do Filho Pródigo que se deixou seduzir pela estúpida ilusão de que seria feliz longe da casa paterna e acabou por desejar comer do que era dado aos porcos. Lembrem-se de Deus na sua juventude em tudo o que fazem, incluindo suas diversões, e creiam que Ele tem o melhor para seus corações, para suas vidas e que por fim pedirá conta de tudo que tiveres feito.

Que Deus te dê forças para poder ter a coragem para simplesmente dizer não quando todo mundo espera que você diga sim.



3 comentários:

  1. Você é extremamente alienado, preconceituoso, fanático religioso!!! espero que o mundo tenha cada vez mais pessoas ridículas como você, por isso o cristão é taxado de mente fechado, por causa de pessoas como você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que responder a alguém que se identifica como Anônimo? Quer algo mais expressivo do que isso, ou seja, assacar adjetivos contra alguém e se identificar com o tal Anônimo? Isso é ser mente aberta? Isso é ser esclarecido? Bem, de alguém com essa postura eu creio que os adjetivos dirigidos a mim soam como elogio. Por isso, eu agradeço.

      Excluir
    2. Passados quatro anos da publicação deste meu texto, continuo pensando da mesma forma, do mesmo jeito. Podem me rotular do que quiserem. Mataram Jesus por crucificação. Claro, não podiam conviver com tanta santidade e coerência. Por que iria eu imaginar que ao me postar ao lado de Jesus eu receberia simpatia. Na verdade se puderem me crucificariam. Com certeza Jesus jamais frequentaria Rock In Rio ou Rock In anywhere.

      Excluir

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS