segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O NEO PENTECOSTALISMO NÃO É IGREJA EVANGÉLICA

As igrejas que adotam como sistema teológico os princípios neo pentecostais (principalmente a teoria da prosperidade) não podem e nem devem se rotular de Igrejas Evangélicas. Definitivamente, elas não são evangélicas! 

O termo evangélica vem de "evangelho" que é quer dizer "boas novas", "boas notícias". O que é que há de novo no neo pentecostalismo? Nada, absolutamente nada. Ele é tão antigo quanto o pecado. Ele não é novo. É uma lamentável e enganosa tentativa de antecipar o céu, mas o céu não é aqui. Aqui continua sendo o campo de dores e de pecadores, de combate, de conflagração, de luta contra o pecado, um combate da luz contra as trevas, da verdade contra a mentira, da Igreja contra o Mundo, de Jesus e sua Igreja contra o Diábo (a Besta e o Dragão) e o Mundo. Não há diálogo e nem meio termo. Não há possibilidade de comunhão. O evangelho é a boa notícia de que todos os que se perfilarem ao lado de Cristo, são mais que vencedores e irão habitar o novo céu e a nova terra. O evangelho é a boa notícia de que aqueles que nasceram de novo serão bem sucedidos no Dia Glorioso da Volta de  Cristo porque eles ressuscitarão para a Glória Eterna e os que se perfilaram ao lado dos terríveis batalhões do Maligno, irão ressuscitar para o horror eterno.

Nada há de novo na "teologia" neo pentecostal. Ela é centrada no homem. Ela é idêntica àquela da Igreja que começou nos dias do Imperador Constantino e que viveu a experiência da ruptura com o nascimento das Igrejas Reformada, chamada de Igrejas Protestantes. A Igreja neo pentecostal é eivada de fetiches, superstições, egocentrismo e egoísmo, luxúria do clero, soberba. Tudo isso é antigo demais e é isso que vemos nessas igrejas neo pentecostais. Isso se parece em demasia com a Igreja da idade média da qual saíram os reformadores. Aquela era (e ainda é) uma Igreja que vivia na crença de que a Igreja é maior que a Escritura, que o homem pode ser transformado pelo Espírito Santo e habilitado à prática de uma vida piedosa e assim pode ser justificado, que a salvação é oferecida gratuitamente, mas que o homem participa dela, que Cristo precisa de alguém mais (Maria) como co-redentor. Se você pensa que isso é um absurdo eu te aconselho a ver esse depoimento de Edir Macedo. Veja a que ponto a loucura de um homem pode chegar: 



"Onde quer que, na igreja, se tenha perdido a autoridade da Bíblia, onde Cristo tenha sido colocado de lado, o evangelho tenha sido distorcido ou a fé pervertida, sempre foi por uma mesma razão. Nossos interesses substituíram os de Deus e nós estamos fazendo o trabalho dele a nosso modo. A perda da centralidade de Deus na vida da igreja de hoje é comum e lamentável. É essa perda que nos permite transformar o culto em entretenimento, a pregação do evangelho em marketing, o crer em técnica, o ser bom em sentir-nos bem e a fidelidade em ser bem-sucedido. Como resultado, Deus, Cristo e a Bíblia vêm significando muito pouco para nós e têm um peso irrelevante sobre nós.

Deus não existe para satisfazer as ambições humanas, os desejos, os apetites de consumo, ou nossos interesses espirituais particulares. Precisamos nos focalizar em Deus em nossa adoração, e não em satisfazer nossas próprias necessidades. Deus é soberano no culto, não nós. Nossa preocupação precisa estar no reino de Deus, não em nossos próprios impérios, popularidade ou êxito" .Os Cinco Solas da Reforma - Sola Scriptura, Sola Christus, Sola Gratia, Sola Fide, Soli Deo Gloria = por Declaração de Cambridge. http://www.monergismo.com/.

Sempre que eu passo pelo dia 31 de Outubro eu me lembro da Reforma Protestante do Século XVI e agradeço a Deus, do fundo do meu coração pelo que aqueles homens corajosos fizeram. A Escritura foi, então, colocada acima da Igreja e das Tradições. A Fé foi declarada como o alicerce de nossa Justificação. A Graça, e tão somente a Graça é suficiente para nossa plena salvação. Somente Cristo e ninguém mais é suficiente Senhor e Salvador. Diante dele todos, inclusive sua mãe, a notável e agraciada Maria, irão dobrar seus joelhos. A Igreja vive e existe para Proclamar as Virtudes daquele que a chamou das trevas para sua maravilhosa luz.

Uma Igreja que se divorciou dessas verdades não pode ser considerada evangélica porque nelas a fé é uma moeda de troca, a salvação é um ato de libertação da pobreza (uma teologia da libertação meio que disfarçada), Cristo é um servo domesticado e um utilitário que se presta apenas a servir os caprichos de um punhado de gente que está disposta a deixar sua "ofertinha" (um tipo de indulgência) no gazofilácio.

O neo pentecostalismo não é neo e nem pentecostal. Ele é velho como velho é o pecado. O pentecostalismo é antes de mais nada o marco na história da Igreja, o dia em que o Espírito Santo de Deus foi derramado habilitando os convertidos a serem Testemunhas de Jesus, como Senhor e Salvador, segundo disse Jesus em Atos 1.8.

Se cumpre aquilo que disse Paulo disso ao jovem Pastor Timóteo: "Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, inimigos do bem, traidores, precitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo a aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também". (II Timóteo 3.1-5)

Paulo também disse a Timóteo: "Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Você, porém, seja moderado em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpre plenamente o teu ministério". (II Timóteo 4.3-5).

Que Deus tenha misericórdia daqueles que já se permitiram enredar e que temendo mais a Deus do que o homem decidam se divorciar destes que mercadejam a Palavra de Deus e que pregam outro evangelho, não o da Bíblia, mas um outro evangelho que distancia o homem do Deus que o criou e que em Cristo o Salva.

Amém. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS