segunda-feira, 23 de março de 2015

PASTORES VERSUS DIVÓRCIO VERSUS NOVO CASAMENTO....VERSUS BÍBLIA.

Estou acordado desde as 04h44. Acordei com minha alma aflita, meu coração entristecido. Soube de mais um Pastor que se divorciou e se casou com outra mulher. Fiquei acordado olhando a negridão do meu quarto. Pus-me a perguntar: o que será que está acontecendo? Fiquei raciocinando porque nós os cristãos nos declaramos total e biblicamente contra a união de seres do mesmo sexo, e afirmamos que fazemos isso com base na Bíblia, mas admitimos com facilidade, hoje, que alguém (e no caso um Pastor, um Líder do Rebanho de Deus), se divorcie e se case com outra mulher? 

Paulo, falando sobre as características necessárias de um Presbítero, ou bispo (são termos intercambiáveis, mas se referem ao Pastor em meu entendimento bíblico e confessional - Vide Atos 20. 17-38, I Pedro 5.1-4, por exemplo), afirma logo no início da lista (I Timóteo 3.1-7 - NVI) que tal pessoa deve ser "irrepreensível, marido de uma só mulher, moderado, sensato, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem a sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria família como poderá cuidar da casa de Deus? Não pode ser recém convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que caiu o Diabo. Também deve ter boa reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem na cilada do Diabo".

Não quero e nem devo adentrar aqui nos motivos que levaram alguns Pastores a se divorciarem. O que eu sei é que, bíblica e confessionalmente falando, há somente duas razões admissíveis para o Divórcio:  Adultério e Deserção. Se o divórcio de um cristão evangélico professo não for causado por essas duas razões, então Jesus vai dizer que qualquer outro motivo é por conta da dureza do coração. Você pode até chamar isso de "incompatibilidade de gênios", mas na verdade é dureza do coração. Raciocine sem passionalidade, pense equilibradamente e você verá que não adianta darmos outro nome - é mesmo dureza de coração.

Também não quero ser juiz daqueles a quem tenho chamado de meus irmãos em Cristo e que até pouco tempo era meus colegas de ministério. Não quero ser um juiz leviano. Tiago escreveu algo que tem sido um freio em meu sentimento de "justiça": "Falem e ajam como quem vai ser julgado pela lei da liberdade; porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo". (Tiago 2.12,13 - NVI)

Um outro equívoco que eu devo evitar (e isso se aplica a qualquer caso) é aquele previsto na advertência de Paulo aos coríntios: "Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia". (I Coríntios 10.12 - NVI). O orgulho pode nos induzir à queda se imaginamos que estamos suficientemente fortes para não cair. O orgulho já é um sinal de fraqueza e é ele que precede a queda.

Uma vez ouvi uma ilustração na qual um rei, após a morte do condutor da carruagem da família real, resolveu fazer um concurso para empregar uma nova pessoa para tal função. Depois de alguns testes, quis o rei entrevistar os três melhores qualificados. A cada um, separadamente ele fez a seguinte pergunta: - Se você é mesmo um bom condutor de carruagem, eu gostaria de saber a quanto de distância você é capaz de passar de um abismo? Os condutores responderam respectivamente: Há 10 centímetros, cinco centímetros e o terceiro disse: - Rei, eu sou um bom condutor de carruagem e aprendi com meu pai que o melhor mesmo é passar o mais longe possível do abismo.  O rei então empregou o terceiro. 

Nós Pastores (eu sou Pastor, ou tento ser, há vinte e seis anos) devemos estar atentos para as tentações e essa é uma delas. Mulheres. A tríade: Sexo, Dinheiro e Poder é terrível para todos, incluindo os Pastores. 

Davi foi um sucesso como Rei, e provavelmente tenha sido esse sucesso (o clamor e aplausos das multidões, a fama e a glória humanas) que tenha feito dele um fracasso como marido, pai e chefe de família. 

Para mim, continua em voga o que preceitua a Bíblia. Casamento é uma união heterossexual, monogâmica e indissolúvel a não ser pela morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS