sábado, 30 de maio de 2015

A EXPOSIÇÃO BÍBLICA BEM HUMORADA


Sermão não é stand up e o pregador não deve se preocupar precipuamente em agradar sua audiência. Sua mensagem não deve ser moldada pela expectativa dos seus ouvintes. O Pregador Cristão prega com base na Palavra de Deus visando, edificar por meio da admoestação, exortação e também advertir o pecador que a impenitência e recusa em não crer na pessoa de Cristo como Senhor e Salvador redundará na penalidade que é viver uma eternidade sem Deus.


Entretanto, uma boa e equilibrada dose de bom humor não pode ser dispensada e desprezada. Essa dose de bom humor deve ser suficiente para atrair a audiência, mas não permitir que ela perca de vista as grandes verdades de Deus para que tenhamos comunhão com Ele.


Há pessoas que possuem, naturalmente, essa característica. Elas conseguem comunicar verdades sérias e profundas de uma forma bem humorada. Nesse caso o que conta, para mim em particular, é a vida que o pregador tem por detrás de sua prédica. Tenho para mim que aquele que faz piada de tudo na vida, acaba fazendo da vida uma piada. Em contraproposta conheço pregadores que não admitem qualquer riste de bom humor no momento da prédica, mas suas vidas são contrárias à sua postura no púlpito, ou seja, são uma piada e piada de mau gosto.

Já ouvi grandes palestrantes, expositores, pregadores da Palavra de Deus, e de vários tipos. Fico admirado com o bom humor e estilo do Rev. Jeremias Pereira. Se ele vai pregar eu procuro me sentar nos primeiros lugares. Entretanto, me sento nos primeiros bancos também para ouvir Hernandes Dias Lopes. São dois estilos diferentes, posturas diferentes, mas pregam as mesmas verdades bíblicas que me edificaram por muitas vezes. Ambos são homens de Deus cujas vidas têm sido exemplo para mim. 

Sorrir não é pecado e uma dose correta de bom humor pode ajudar na homilética. A Prédica não é uma forma de defesa de suas convicções, apesar do tom apologético que faz parte da pregação. Não se esqueça que simpatia é importante, mas que o pregador deve ir além; ele deve ser empático. Foi a empatia que levou o samaritano a fazer algo por aquele judeu assaltado, surrado e deixado morto à beira do caminho. A forma como você vê as pessoas faz uma enorme diferença. A ética religiosa é muito importante, mas o amor é o dom supremo.

Na prédica a relação entre pregador e seus ouvintes não dever ser EU/ELES, mas NÓS. O púlpito pode ser mais elevado dentro do recinto do Culto, mas isso é porque a Palavra de Deus merece tal honra, não o expositor dela. Ele também é um miserável pecador dizendo aos demais miseráveis pecadores o que Deus em Cristo fez por NÓS, em NÓS, para NÓS e apesar de NÓS

Não é certo e correto fazer gracejos com a Trindade. Não é certo dizer que "Deus estava de brincadeira quando perguntou a Adão (Adão havia se escondido por causa do seu pecado) onde ele estava quando Deus é Onisciente e Onipresente". Não é correto dizer que Jesus fazia piada quando perguntou ao cego o que ele queria que Jesus lhe fizesse. Nem Deus e nem Jesus estavam sendo engraçados quando assim agiram. Nenhum pregador pode, hermeneuticamente falando, e nem na defesa do bom humor, dizer que Deus e Cristo estavam querendo ser engraçados. O pregador que faz isso para justificar o uso do humor na homilética está sendo tolo e incauto e se esquece de que está tomando o nome de Deus em vão.

Por fim quero dizer que os pregadores devem tomar muito cuidado nos seus gracejos e no uso do humor. Eles devem estar cientes de que seus ouvintes saiam dizendo que ouviram a voz de Deus e não os seus gracejos, porque é a Palavra de Deus que, ainda com boa e correta dose de bom humor, transforma. 

Um recado a você que não tem aquela facilidade com o humor. Não tente usar isso em suas prédicas. Seja você com seu próprio estilo, mas não critique severa e duramente aqueles que sabem fazer bom e EQUILIBRADO uso desse recurso.

Um comentário:

  1. Como sempre um excelente texto. Não prego com frequência , mas quando o faço procuro com naturalidade colocar um pouquinho de humor e um pouquinho de emoção sem ser apelativo ou forçado, acredito que se é natural e bem dosado sempre cai bem.

    ResponderExcluir

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS