quinta-feira, 16 de julho de 2015

SEMEAR NOS PEQUENOS CORAÇÕES


Durante os seis dias da semana que findou (13 a 18 de Julho de 2015), um grupo de irmãos e irmãs esteve empenhado em servir a Deus na Escola Bíblica de Férias. Transmitir a Palavra de Deus aos corações dos pequeninos é um privilégio sem conta. Foi maravilhoso ensinar canções novas e rever algumas já conhecidas. Foi maravilhoso rever a história do Missionário Hudson Taylor. Foram dias notáveis e inesquecíveis não nos importando o quanto nos cansamos. Todos nós ficamos sob a frondosa árvore chamada esperança.

Esperança de que a semente semeada caia em solo bom. Sim, porque há corações de todos os tipos dentre essas crianças que veem e ouvem a pregação do evangelho através de músicas, histórias missionárias que testemunham sobre Jesus e em nossas próprias vidas através do contato, do sorriso, do abraço.

Esperança de que tendo caído em chão bom, terreno apropriado, a semente frutifique nos corações e produza muitos frutos e esses frutos tenham suas próprias sementes que serão semeadas e que cairão em outros solos e, quem sabe, encontrem solos bons e produzam mais frutos e assim por diante até que o Senhor volte para a santa colheita.

Esperança de que nosso trabalho seja coroado de êxito no poder que o Santo Espírito nos dá para testemunharmos de Jesus Cristo (Atos 1.8) não para a nossa própria glória, mas para a glória de Deus que nos Criou e em Jesus Cristo nos salvou.
     
Pregar o evangelho para uma criança é um investimento que fazemos no tempo. Uma criança conquistada para Cristo se tornará um adulto temente a Deus. É de gente assim que esse mundo precisa. Não precisamos de grandes vultos, mas de cidadãos que amem a Deus, amem seu próximo como Cristo ensinou.               Estou cansado de ver adultos tentando fazer crianças adultas. Jesus ensinou exatamente o contrário, ou seja, que os adultos devem se converte e se tornar como crianças em sua simplicidade e dependência.

Em tempos nos quais tanto se discute a diminuição da maioridade penal no Brasil, devemos olhar também com mais responsabilidade para essa questão da semeadura da Palavra no coração das crianças. Precisamos educar a criança para não ter que corrigir o adulto (Provérbio 22.6). Em termos de educação, a profilaxia e a prevenção são o melhor caminho e atitude (Salmo 1).

O caminho certo é incutir na mente e no coração das crianças o temor a Deus (Provérbios 1.7). O melhor caminho a ser seguido é levar as criancinhas até Jesus e se elas forem se tornarão melhores filhos para seus pais e melhores cidadãos para esse país tão carente de gente de bem e de caráter.

Santo Agostinho foi criado por uma mãe cristã, mulher de oração, mas seu pai era um homem que não temia a Deus. O resultado foi que sua vida até chegar a idade adulta foi de envolvimento com o pecado em suas várias formas. Deixou-se seduzir pela filosofia buscando encontrar nela o sossego que seu coração tanto ansiava encontrar. 


Leia o relato que ele mesmo dá de sua conversão: Sondei as profundezas da minha alma e arranquei dela seus segredos mesquinhos e quando analisei todos eles diante dos olhos do meu coração, uma grande tempestade rompeu-se no meu íntimo.  De alguma maneira lancei-me ao chão, embaixo de uma figueira e deixei que as lágrimas jorrassem dos olhos. Pois sentia que ainda era cativo dos meus pecados e em miséria continue chorando. 'Quanto tempo ainda continuarei dizendo: Amanhã, amanhã! Por que não agora? Por que nesse momento, não dar um ponto final aos meus pecados horrendos? Fazia essas perguntas a mim mesmo, chorando o tempo todo com uma mágoa  amarga no coração, quando repentinamente ouvi o canto de uma criança na casa vizinha. Se era a voz de um menino ou menina, eu não sei, porém ela repetia continuamente o refrão: "Pegue-a e leia-a, pegue-a e leia-a". Procurei ver o que era, pensando ser algum tipo de cantiga que as crianças cantam com uma música monótona - como a que ouvia, mas não conseguia lembrar-me de ter ouvido antes. Parei aquele choro incontido e levantei-me, dizendo a mim mesmo que talvez esse canto pudesse ser um mandamento divino para que eu abrisse as Escrituras e as lesse. 

Voltando às Escrituras que estavam no banco de trás dele, seus olhos se depararam com Romanos 13.14: "Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências".

Num instante, quando acabei de ler a sentença, foi como se a luz inundasse o meu coração e as trevas da dúvida fossem banidas.....Você (Deus), converteu-me a ti, e assim, nunca mais coloquei nenhuma esperança nesse mundo, entretanto permaneci firme nos preceitos da fé.

A Palavra de Deus é a semente santa que caindo em um solo bom irá germinar e produzir frutos. Melhor semear o quanto antes possível. Melhor conquistar pequenos corações para fazer deles grandes corações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS