sábado, 14 de novembro de 2015

11/09/2001 & 13/11/2015. DIAS EM QUE A IGNORÂNCIA CALOU O MUNDO

Pouco sabemos ainda sobre os ataques terroristas em Paris de hoje (13.11.2015). Ninguém ainda (22h00 de Brasília) reivindicou a autoria dos mesmos. Independentemente de quem os perpetrou, das tentativas de justificativa para a concretização dos mesmos, eu continuo pensando que o terrorismo é um ato de covardia e que tem demonstrado ao longo da história sua total inocuidade e esterilidade. Mais fez Mahatma Gandhi com seus atos de total pacificidade contra o neocolonialismo inglês do que esses ataques terroristas. Aliás, no filme que assisti sobre esse líder indiano, parece-me que ele foi assassinado por radicais muçulmanos.

Quais as contribuições os atentados de 11 de Setembro de 2001? Alguém pode me dizer? Qual é a contribuição que a violência do Estado Islâmico traz para o mundo em que vivemos? Todas os atos praticados pelos terroristas são injustificáveis. Vejam, não estou falando que as grandes potências não têm sua dose de culpa na miséria que acontece em muitos rincões desse planeta. Eu fiquei enojado há alguns anos quando soube que a Inglaterra enviou para o Brasil um navio carregado de Contêineres repletos de lixo. Como brasileiro eu fiquei revoltado, mesmo porque não vi e nem ouvi qualquer autoridade se opondo ou fazendo qualquer coisa no afã de fazer justiça. As grandes potências cometeram ao longo dos tempos muitas coisas terríveis contra os países mais pobres. O neo-colonialismo e o neo-imperialismo sempre causou muita tristeza e miséria. Mas terrorismo não vai resolver a questão, muito pelo contrário simplesmente porque violência, seja ela de que tipo for irá gerar mais violência e não paz.

Ficamos boquiabertos diante das imagens de uma Paris sitiada. Ficamos atônitos ao ver como somos feitos reféns de um forma tão simples e banal. Ficamos ainda mais aterrorizados quando não temos diante de nós nenhuma ideia do que fazer para erradicar atitudes tão estúpidas como essa. Dizem que os americanos mataram o tal do Jihad John, personagem do Estado Islâmico que aparecia decapitando prisioneiros. Sim, acredito que uma pessoa como essa nem deveria ter nascido quanto mais continuar vivendo. Sua existência é uma estupidez, uma patologia social, uma vergonha para a raça humana, um ser repulsivo. Como disse o Primeiro Ministro Britânico, matá-lo foi um ato de legítima defesa. O que me deixa estupefato é saber que já há uma quantidade enorme de gente querendo ocupar o lugar dele.

Assim sendo, o que precisamos é trabalhar midiaticamente e mostrar que extremismos, radicalismos, violência, intolerância, são e sempre serão caminhos de conflitos, de guerra e de morte. Morte para quem muitas vezes, como é o caso de muita gente hoje em Paris e como era o caso de muita gente em Nova York em 11.09.2001, não nem nada a ver com o caso. São inocentes!!!!. Morte para Osama Bin Laden, e Jihad John e outros líderes do terrorismo. Terrorismo é caminho de morte. O homem que vive da violência morre violentamente. 

É preciso que as grandes potencias além de abandonarem a exploração das nações pobres e de terceiro mundo repartam seus recursos para erradicar a pobreza e a ignorância em nações onde os mestres do terrorismo recrutam tolos que acreditam em Papai Noel, Duendes, Fadas Madrinhas ou mesmo Virgens te esperando no Paraíso. O conhecimento é a luz que ilumina os olhos da mente e do coração e espanta as trevas do radicalismo tão afeito aos ignorantes.

Dinheiro não é o mesmo que sabedoria. O mundo do petróleo tem muito dinheiro, mas a ignorância é crassa e absurda. A Ignorância é a genitora de dois irmãos gêmeos que são o radicalismo e o extremismo. A ignorância é a cortina trevosa que faz o sujeito acreditar que atirar uma granada em uma lanchonete e em seguida explodir seu próprio corpo tirando a sua vida e a de seus semelhantes, abre os portais do paraíso onde irá desfrutar do gozo de virgens que o aguardam. Quanta estupides e insanidade. De certa forma as grandes potências estão recebendo em troca por terem explorado essa mesma ignorância ao manter essa gente sob seus "cuidados". O ignorante é um indivíduo à serviço daquele que aparentemente lhe oferece algo em troca. Veja por exemplo a fidelidade de algumas pessoas aos traficantes nos morros do Rio de Janeiro.

Só se erradicarmos a ignorância e a pobreza, poderemos caminhar em direção a um mundo mais justo e ordeiro onde episódios como os de Manhatam em 2001 e Paris em 2015 serão apenas uma triste lembrança de fatos que jamais se repetirão. O Estado Islâmico não é pobre. Pobreza e ignorância não são as mesmas coisas. Há gente muito pobre, mas cuja sabedoria sobrepuja, em muito, os reis do petróleo no Oriente Médio onde sobeja o radicalismo, a truculência, o extremismo e a ignorância. As grandes potências deveriam se lembrar que são responsáveis pelo bem estar da humanidade. As grandes potências deveriam se lembrar que fazer da ignorância uma arma pode fazer com que elas mesmas sejam vítimas mais cedo ou mais tarde.

Tais atos como os de 11.09.2001 e os de 13.11.2015 são injustificáveis, mas se há algo que as grandes potências podem fazer é ajudar a tirar as nações que vivem no período das trevas trazendo-as para a luz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS