quinta-feira, 29 de setembro de 2016

ALÉM DO NEVOEIRO

ALÉM DO NEVOEIRO  
(João 16.33)

“Eu me queixava, freqüentemente, porque não tinha sapatos, até que encontrei um homem que não tinha pés”. Provérbio Árabe

Não tenho dúvida de que há muitas perguntas para as quais não temos respostas exatas. Há muita coisa nesta vida aqui que carece de explicação, e nós não a encontramos em lugar nenhum. Certa vez uma jovem amiga minha (pena não poder chamá-la de irmã), perguntou ao meu Pastor, porque a Bíblia não respondia a ela sobre uma determinada questão. Ele então respondeu com segurança, que a Bíblia não fala sobre tudo que o homem quer saber, mas afirma verdades que o homem precisa conhecer.

Olhamos para as pessoas e os eventos ao nosso redor e perguntamos por que acontecem tantas coisas que nos entristecem, abatem o espírito, enfraquecem o coração, debilitam a alma. A história extraordinária de José ensina-nos ricas e importantes lições sobre esse tema. Com toda certeza José não ficara satisfeito com as atitudes de seus irmãos. Vendido a uma caravana de midianitas acabou no Egito. Lá injustamente, foi parar na prisão e na prisão foi esquecido pelo copeiro-mor, para quem interpretou um sonho. Quanto sofrimento. Provavelmente ele mesmo deve ter-se perguntado o por quê de tanta injustiça, sofrimento e infortúnios.

Não há dúvida prezado irmão e irmã, todos nós passamos por momentos idênticos em nossa jornada aqui. Estamos sempre diante desta questão: por que Deus permitiu que isso acontecesse? A esse respeito é preciso que ouçamos, por exemplo, o que disse James Allen: “A semente morre para que a flor apareça; a crisálida, para que apareça a borboleta. Na verdade, a transformação não é instantânea, nem a transição um processo agradável e sem sofrimento. A natureza exige esforço e paciência como preço do desenvolvimento”.

Talvez neste exato momento você, esteja passando por um drama, atravessando o mar tumultuado dos conflitos, sendo acometido de temores que lhe causam tremores, diante de inusitados problemas que esta vida nos impõe. E então mais uma vez você pergunta: Por que Deus? Por que? Jó se viu diante desta questão e seus amigos se propuseram a ajudá-lo, mas, só fizeram aumentar o sofrimento de um homem provado por Deus.

Eu não sei por que você está sofrendo. Não sei qual é sua responsabilidade em todo esse processo tão doloroso que o faz perder o sono, que faz com que suas lágrimas sejam o seu alimento, que o faz andar de olhos baixos. Eu não sei. Mas há um Deus que sabe! E certamente devemos repousar na verdade e na promessa que diz: “(...). Ao anoitecer pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã”. Salmo 30.5. Podemos crer naquilo que a Escritura afirma quando explicita: “(...); mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças(..)” . I Cor. 10.13b.

Conta-se que certo alpinista ouvira falar de uma montanha em cujo cume havia uma vista de indescritível beleza. Propôs, então, em seu coração, escalar a referida montanha com o objetivo de contemplar tal belvedere (bela vista). Em um determinado trecho da subida, de repente, foi envolto por uma nuvem tão espessa que o impedia de ver o que estava acima dele. Parou e pensou em desistir. Todavia, por seus cálculos mais um pouco de esforço seria suficiente para levá-lo ao cume. Decidiu enfrentar aquela nuvem espessa e, seguindo os princípios que regem a prática do alpinismo, continuou. Num piscar de olhos chegara ao topo da montanha, e, superando a cortina de nuvens pode ver um sol brilhando no céu e uma paisagem que jamais esquecera.

Essa é a nossa vida quando pensamos nos sofrimentos daqui. Os sofrimentos são como a nuvem espessa que muitas vezes podem nos fazer pensar em desistir. Se o fizermos, perdemos a visão da glória de Deus e de tudo o mais que daí advém. Mas se, por outro lado, cremos e confiamos nas promessas de Deus e envidamos esforços, motivados pela graça, certamente haveremos de  contemplar tudo aquilo que é belo e que Deus tem para nós.

Não sei porque você está sofrendo. Mas, por mais intenso que seja o sofrimento e por mais duro que seja o combate, maior é o livramento, mais doce é o sabor da vitória. Caminhe com fé e esperança, pois, só quem espera em Deus, pode encontrar nEle refúgio e segurança. Quem não espera, não alcança”. Sl 131.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS