quarta-feira, 14 de setembro de 2016

DE QUEM É A CULPA?

DE QUEM É A CULPA?
“Fugir da responsabilidade foi o que Adão e Eva tentaram fazer logo após a queda”. Maurão

            Se você responder: - Bem, de quem é eu não sei, o que eu sei é que não é minha – certamente você faz parte de um universo incontável de gente que pensa do mesmo jeito. Nossa tendência é sempre nos furtarmos das nossas responsabilidades, quando algum projeto não é pleno de êxito.

            Na vida cristã ocorre o mesmo. Nosso desânimo, nossa inércia, esterilidade e indolência são sempre justificados apontando o dedo na direção do outro. Relutantemente nos imiscuímos de nossa responsabilidade nesse processo, ou quando admitimos que o erro está em nós, isso soa como uma falsa humildade, já que não nos movemos sequer um milímetro para tentarmos mudar as circunstâncias.

            Então eu penso no texto em que Jesus diz aos seus discípulos, depois de ouvir de Pedro a notável declaração – Tu és o Cristo, o Filho do Deus filho vivo (Mateus 16.16b) – ser necessário ir para Jerusalém, mesmo sabendo das dores, dos sofrimentos e da própria morte que O aguardavam naquela cidade tão cheia de religião, mas vazia de piedade, o que os  impedia de reconhecer em Jesus, o Messias tão aguardado.

            Talvez você me questione: - O que tem isso a ver com a questão da culpa? Eu responderia a você dizendo que Jesus aceitou a incumbência de vir a este mundo, passar por Jerusalém para assumir a sua e a minha culpa, já que Ele não tinha culpa nenhuma. Em um mundo no qual os homens relutam em assumir suas responsabilidades, Jesus aceitou a culpa que não era Dele.

            De quem é a culpa por sua esterilidade, desânimo, inércia se não de você mesmo e de mais ninguém? De quem é a culpa por você ter perdido o brilho, o fulgor e o fervor, se não de você mesmo? De quem é a culpa por sua omissão nas atividades mais simples do reino de Deus, em sua Igreja? De quem é a culpa da sua total falta de bom testemunho? Ora a culpa não é de outro, mas sim de você mesmo!

            O caminho para uma vida mais abençoada e frutífera, o caminho para uma existência mais feliz e harmoniosa, passa em primeiro lugar pelo trecho inevitável no qual você reconhece e aceita sua responsabilidade. É preciso que você diga a você mesmo e a mais ninguém: - A culpa é minha. É preciso que nos deixemos possuir pela humildade, a mãe de todas as virtudes. É a humildade que faz com que olhemos para dentro de nós e choremos nossa condição de pecadores e homens indignos. Sem essa virtude, construímos castelos sobre a areia.

            O segundo trecho dessa vereda é confessar a Deus os seus pecados, seja ele, o consumismo, o materialismo, secularismo, mundanismo ou qualquer outra coisa que fez você sair do caminho, sobre o qual a sombra da cruz trazia refrigério para sua caminhada. É tempo de confissão e de retomada de posição. É tempo de parar de culpar os outros, as incongruências da instituição, a fraqueza dos outros. É tempo de confissão e conversão. Sim conversão! Aquele giro de 180º (Graus), e pegar o caminho de volta. Lembre-se do que disse Jesus à Igreja de Éfeso: Arrepende-te e volta ao primeiro amor! Sim, volta ao amor para que sua ortodoxia se transforme em vida e não em mero intelectualismo. É hora de repetir as palavras de Jó: “Eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te veem. Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza”. Jó 42.5,6

            Por fim, resta darmos o terceiro passo. Esse passo é olhar para Jesus (Hebreus 12.1-3) e Seguir os seus passos. Não olhe para o lado. Olhe para a cruz e descubra que nenhuma conquista é mais importante do que deixar que a Palavra de Deus e o exemplo do maior de todos os mestres nos aponte o caminho a seguir. Arregace suas mangas e coloque a mão no arado, não olhe para trás. Envolva-se, comprometa-se! Doe-se!  
       
Se houver amanhã, que ele seja um tempo de maior compromisso com Deus e seu reino. O salmista disse com notória sabedoria: “Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração”, pois sejam eles quais forem, sempre concentrarão sua atenção em ser e fazer tudo para a Glória de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS