quarta-feira, 14 de setembro de 2016

DE TODO CORAÇÃO...


               Essa é uma expressão muito utilizada – de todo coração. Em Jeremias 29.13 nós a encontramos em referência ao nosso Deus. Por boca do profeta Jeremias, Deus afirma que para achá-lo é preciso buscá-lo de todo coração, ou em outras palavras, para que possamos achar a Deus e com ele desenvolvermos um relacionamento, é preciso que nossa busca seja sincera, profunda e de todo o nosso ser.

            Jeremias aqui fala de oração. É só darmos uma lida no versículo antecedente (29.12) e concluiremos assim. Portanto, só iremos achar a Deus se realmente o buscarmos de todo coração. Mas como é isso? Como é buscar a Deus de todo coração?

            Bem, uma vez ouvi uma ilustração interessante a esse respeito. Conta-se que um certo senhor levou seu neto para pescar. Ambos estavam dentro do rio, com água até a cintura e então o netinho perguntou ao seu avô: - Vovô, como é que eu posso falar com Deus e ter a certeza de que ele me ouve? Intrigado com a pergunta, e usando a sabedoria de um homem que conhecia Deus na intimidade, aquele senhor simplesmente colocou a mão na cabeça do seu netinho levando-a até a água. O garoto desesperado largou a vara de pescar e começou a se debater. Depois de alguns segundos, quando os pulmões do garoto, e todo o seu ser, clamavam por oxigênio, aquele senhor retirou sua mão da cabeça do garoto e ele voltou a respirar normalmente. Foi aí que aquele sábio homem, respondeu com suas palavras: - Meu querido netinho; você irá achar Deus quando o desejar tanto quanto seus pulmões e todo o seu ser, desejaram o oxigênio tão vital para a sua vida.

            O salmista a esse respeito se expressa nas seguintes palavras: “Ó Deus, tu és o meu Deus forte, eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, numa terra árida, exausta, sem água”. (Salmo 63.1)

            Temos que confessar que a maioria das vezes em que oramos, nós o fazemos de forma mecânica. Alguns de nós utiliza sempre as mesmas palavras ao iniciar ou finalizar a oração. Lembro-me de um querido irmão cujas orações, além de quilométricas, sempre iniciavam da mesma maneira. Alguns adolescentes, quando ele ia orar, oravam com ele no começo de tão óbvia que eram suas palavras.

            A oração de Jesus no Getsêmani ilustra muito bem isso; a atitude de Daniel quando insistiu em orar pedindo que Deus lhe respondesse (Daniel 9.3-27) servem para nos instruir quanto a essa questão. Não seria demais se nos referíssemos á Parábola do Juiz Iníquo no qual o juiz é importunado pela viúva (Lucas 18.1-8). Não seria também além da conta se nos lembrássemos de Ana e sua oração a Deus pedindo-lhe a benção da maternidade.

            Tenho olhado para o cristianismo praticado hoje em dia e fico cada vez mais convencido de que o Deus verdadeiro não tem sido achado porque a maioria massacrante das pessoas não O tem buscado com a sinceridade necessária e indispensável para poder achá-lO.  Abraham Lincoln disse certa vez: “Tenho sido impulsionado a me ajoelhar, muitas vezes, pela convicção esmagadora de que não tinha mais outro caminho a seguir”. De coração, é assim que devemos buscar a Deus se quisermos achá-lO, porque “Deus aquece suas mãos no coração do homem quando ele ora”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS