domingo, 18 de setembro de 2016

FUNDAMENTO, HUMILDADE E SANTIDADE DA IGREJA.

FUNDAMENTO, HUMILDADE E SANTIDADE DA IGREJA.

A religião é uma ação humana na qual, por seus próprios recursos, métodos e méritos, o homem tenta se aproximar de Deus no afã de reatar seu relacionamento com Ele. Entretanto, um estudo, ainda que superficial sobre o tema, irá mostrar que, apesar do aumento sempre vertiginoso no número de religiões, o homem continua distante do seu criador, quando tenta de per si, se aproximar dEle.

Entretanto, Paulo, na carta aos Efésios, mostra que aquilo que era impossível para o homem, foi perfeitamente possível para Deus. Ele ensina que a iniciativa para a reconciliação de Deus com o homem só se tornou possível porque Deus agiu. O apóstolo diz que Deus nos abençoou com toda sorte de benção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, e que nos escolheu, em Cristo, antes que houvesse mundo.

Cristo é o fundamento da Igreja, assim como diz o coro sacro: “Da Igreja o fundamento é Cristo o Salavador.” Cristo é o alicerce, a rocha, sobre o qual a Igreja, corpo de Cristo, é edificada (I Pedro 2.1-10).

Nessa carta Paulo nos ensina que Deus nos escolheu em Cristo. Não haveria nenhuma estranheza em que escolhêssemos Deus, o fato realmente extraordinário está em Deus nos ter escolhido. E Ele o fez em Cristo, o corpo da Igreja, do qual Cristo mesmo é cabeça

As implicações de compreendermos Igreja assim, quanto ao seu fundamento, é que concluímos, por exemplo, que a Igreja não é resultado de nenhum avanço ou desenvolvimento sociológico, mas sim o resultado da intervenção divina. A questão não é sociológica, mas sim, teológica. A Igreja não nasce de forma natural, mas sim de forma assombrosamente sobrenatural. Para romper com a natureza pecaminosa, era preciso que um milagre acontecesse. Todos os eleitos de Deus estavam naquela cruz, quando Cristo foi ali cravado, mas todos igualmente saíram daquele túmulo quando, pelo poder de Deus a pedra foi removida e Cristo ressuscitado saiu dali, vitorioso, para assentar-se a direita de Deus Pai, em glória, e com Ele reinar pelo século dos séculos.

Outra implicação de compreendermos a Igreja sob esse prisma é que não pode haver nenhum traço de orgulho, de soberba na questão da nossa salvação. Ela só foi possível porque Deus salvou, porque Deus amou de tal maneira que livrou das penas eternas todo aquele que, movido por seu Espírito Santo, passou a crer em seu único filho como salvador pessoal, único e suficiente. Não fomos nós que, em um dado momento de nossas vidas, por nossas próprias faculdades, resolvemos “aceitar” Jesus como nosso Salvador. Nossa natureza é tão corrompida que somos totalmente inábeis para podermos, de nós mesmos, nos aproximarmos de Deus. É o Espírito Santo de Deus que nos convence do pecado, da justiça e do juízo, conforme lemos em João 16.8. É Ele quem regenera (João 3.8), e somente o coração regenerado pode receber, acolher e responder em termos de fé genuína ao convite do Salvador quando disse: “Vinde a mim, todos que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28).

A compreensão sobre essa verdade bíblica, é bom que frisemos, não pode nos levar ao desleixo e descaso com respeito à nossa vida cristã. O texto diz que fomos eleitos antes da fundação do mundo para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele...(Efésios 1.4b) Quando nos santificamos é que damos demonstração clara, de que somos parte daqueles que por Ele foram eleitos antes da fundação do mundo. A santificação é a prova evidente de nossa eleição e também é prova de que nossa vida é vivida nessa doce e maravilhosa geografia, ou seja, Jesus, que é o fundamento da Igreja.  Nossa santificação é prova daquilo que disse Jesus: “Todo aquele que o pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”. (João 6.37)

Com essas verdades maravilhosas e confortadoras sirvamos a Deus, na Igreja, que Ele mesmo comprou com o precioso sangue de seu próprio filho. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS