sexta-feira, 30 de setembro de 2016

OLHA COMO TU VÊS! - LOOK LIKE YOU SEE!

OLHA COMO TU VÊS!
(Provérbios 24.23)

“Quando somos muito moços não julgamos bem;
quando somos muito velhos, também não”. Pascal


Um dia desses fomos, eu e Ângela minha esposa, ao Shopping ABC Plaza buscar uma roupa que havia mandado ajustar. Cheguei por volta daS 16hs10 e me dirigi à loja correspondente. Tive que aguardar até as 17h10. Depois disto, paguei o cartão do estacionamento e me dirigi ao local onde meu carro estava estacionado. Ao olhar de dentro para fora do Shopping, comentei com a Ângela:

          - Puxa vida! Olha lá fora e veja como o tempo mudou de uma hora para a outra.

       Ela também ficou admirada. Raciocinamos juntos, que quando saímos do carro o tempo estava ensolarado (dias de outono) e agora já não era mais o mesmo; estava acinzentado. Foi então que saímos do Shopping e percebemos que o tempo era o mesmo, ou seja, estava tão claro como quando chegamos. O que estava acontecendo é que os vidros das portas de entrada e saída do Shopping são mais escuros e passa-nos a impressão, equivocada, de que o tempo esta mais escuro.

       Isso acontece muitas vezes em nossas vidas. Para que tenhamos uma compreensão correta de tudo à nossa frente, é preciso que nos dispamos de nossos pressupostos, de nossos preconceitos. Se não agirmos assim, então teremos uma visão equivocada de tudo ao nosso redor.

       Conta-se que uma certa senhora, ao servir a mesa no café da manhã, chamou com insistência seu marido para que observasse, de sua janela, a vizinha pendurando roupas e lençóis “sujos” no varal. Este fato se repetiu por alguns dias. Foi então que seu marido, em um dado momento, ao ser chamado novamente para ver as “roupas sujas sendo penduradas no varal” pediu a sua esposa um pano e com ele limpou os vidros da janela mostrando à sua esposa que não eram as roupas da vizinha que estavam sujas, mas sim sua vidraça.

       Pequeno é o mundo de fora à proporção em que pequeno é o mundo de dentro da gente. Muitas vezes produzimos conflitos e mais conflitos em nossos relacionamentos, demonstramos dificuldades para conviver com pessoas, fazer novas amizades, manter as amizades antigas, justamente porque passamos a olhar para as pessoas através dos óculos embaçados pela inveja, pelo preconceito, pela soberba e orgulho.

       Na verdade tudo depende de como olhamos para o outro. Se o fazemos com amor e compreensão o resultado é sempre positivo. Se olharmos para o outro, vendo nele, não um competidor, mas um companheiro e irmão; se olharmos para o outro com simpatia, como diz um dos hinos do nosso hinário, certamente teremos relacionamentos mais estáveis e duráveis.

       Mas há algo que não podemos nos esquecer. Nosso jeito egoísta de ser, faz com que olhemos e ajuizemos o outro. Mas, como será que os outros nos vêem? Além de tudo, não podemos nos esquecer de que um vidro, por mais escuro que seja, por mais sujo que esteja, permite que vejamos os outros e que os outros nos vejam também. Então muito cuidado, pois, ao olhar os outros, você também está sendo visto e notado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS