quarta-feira, 14 de setembro de 2016

UM CAMINHO CHAMADO AMOR

“Há três coisas que são maravilhosas demais para mim, sim, há quatro que não entendo: o caminho da águia no céu, o caminho da cobra na penha, o caminho do navio no meio do mar e o caminho do homem com uma donzela.” (Provérbios 30:18-19 RA)

O que há de extraordinário nos caminhos percorridos pela águia, no ar, pela cobra na terra, e pelo navio no mar?

Ora, nenhum deles tem sinalização e nem instrumentos (pelo menos os navios nos dias em que o proverbista vivia), mas todos chegam ao seu destino. Chegavam ao seu destino porque sabem aonde ir. Quem sabe onde deve ir com grande probabilidade irá chegar lá.

A águia é perseverante em seu vôo. Ela fica distante de outras águias até avistar de longe com poderosos olhos, o seu alvo. Ai arremete-se em direção ao seu alvo, à sua vítima.

A cobra não tem pernas, nem patas, mas consegue se mover em uma grande pedra. Ela caminha em zig-zag, espasmódicamente, até alcançar o seu destino.  A serpente supera seus próprios obstáculos para ir onde quer chegar. Se a águia tem uma boa e privilegiada visão, a pobre da serpente não consegue enxergar o suficiente dirigindo-se pelo faro aguçado na ponta de sua língua.

O navio no mar caminha sem placas, sem estrada, mas com certeza consegue concluir sua jornada chegando ao porto. Os navios navegavam sob a orientação das estrelas.

Por mais sábio que o proverbista fosse ele não conseguia entender como era possível que uma águia de tão longe pudesse ver sua vítima e arremeter contra ela, tampouco podia explicar como uma serpente podia se locomover sem pernas sobre uma pedra e com problema para enxergar e tampouco podia o sábio proverbista entender como era possível um navio concluir sua jornada sem uma estrada ou um caminho que lhe servisse de orientação. Hoje, com o avanço da ciência nós sabemos muito mais do que o sábio. Sabemos como a águia consegue voar tão alto e ver de tão longe, como a cobra consegue caminhar e como o navio alcança o porto.

Mas há uma quarta coisa que o sábio não consegue entender e isso nem a própria ciência consegue explicar. Ele disse que não conseguia entender, e que achava maravilhoso, o caminho do homem com uma donzela. Se no caso da águia temos uma notória demonstração de persistência, se no caso da cobra temos uma clara demonstração de superação e se no caso do navio no mar temos uma demonstração extraordinária do senso de direção, no caminho do homem com uma donzela temos uma extraordinária demonstração daquilo que o amor é capaz de fazer.

Um homem e uma mulher se tornam seres realmente humanos quando amam. Quem não ama se embrutece, a alma envelhece, não tem motivos pra sorrir, adoece, vive triste e murmurando sem poder enxergar a beleza da vida e de tudo o mais ao seu redor.

Realmente o caminho do amor é incompreensível porque ele invade os recônditos do coração e da alma humana fazendo de cada um de nós uma criança eterna. Um homem caminha com uma donzela, quando encontra o amor por ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS