terça-feira, 18 de outubro de 2016

A PEÇA QUEBRADA

A PEÇA QUEBRADA
(Salmo 133)

“O homem é solitário porque é singular, mas é convidado à comunhão. Ora, o pecado nos divide e nos isola. Precisamos procurar-nos, alcançar-nos, reunir-nos uns aos outros”
Michel Quoist

       Estava dirigindo meu carro quando comecei a ouvir um barulho estranho. Parei, desliguei o motor e o barulho parou. Esperei alguns minutos, liguei o motor novamente e continuei meu caminho. O barulho voltou e foi aumentando. Cheguei ao meu destino preocupado com aquele barulho no motor e no outro dia, logo pela manhã, levei o automóvel ao mecânico. Bem, o diagnóstico não podia ser pior: o motor estava fundindo. Havia uma peça lá dentro que, não suportando mais o calor, fundiu e começou a fazer barulho. Tive que retificar o motor.
      
Com essa experiência eu aprendi que são as peças quebradas as que mais barulho fazem.

Na Igreja ocorre o mesmo! O crente que mais trabalho dá é aquele que menos serviço presta; é aquele que mais reclama. Eu digo isso com conhecimento de causa. Quando eu era mais jovem atravessei uma séria crise existencial. Comecei a achar que tudo na Igreja estava fora do lugar. Contestava a Escola Bíblica Dominical, achava que a estrutura do Culto Vespertino era ultrapassada, que os irmãos já não se curtiam mais como deveriam, que este ou aquele irmão estava por fora, e coisas do gênero. Vivia eu essa crise existencial quando uma irmã com muita sabedoria me disse: Maurão, o problema não é a Igreja, mas sim você. Olhe mais para você e menos para os outros. Aí você vai ter muita tarefa para realizar. Não tente consertar os outros porque é você quem precisa de conserto.

       Até hoje agradeço a Deus pelas palavras daquela irmã. Elas foram duras e doeram assim como uma sutura sem anestesia. Mas funcionaram porque quando me vi só, o Espírito Santo me fustigou de tal forma que tive de me curvar e entender que eu é que estava quebrado e, assim como aquela peça no motor da brasília que fazia barulho, eu precisava de conserto.

A segunda observação que queremos fazer é que uma peça quebrada em uma engrenagem pode comprometer todo o mecanismo.

Uma peça quebrada é como um instrumento desafinado em uma Sinfônica. Se algum instrumento estiver desafinado, ocorre o comprometimento da harmonia e a obra musical fica completamente prejudicada. Jesus afirmou que onde estivessem dois ou três reunidos em seu nome, Ele estaria ali no meio deles. Todavia, nesse mesmo texto, Jesus afirma que é preciso que haja uma concordância, harmonia (synfoné, no grego), ou seja, “sinfonia” entre essas pessoas. Se isto não ocorrer é difícil crer que Jesus esteja em um ambiente de discórdia, onde haja divisão. É na comunhão dos irmãos, na verdadeira koinonia que Jesus se manifesta. É ali onde ocorrem as bênçãos de Deus. (Salmo 133)

Uma terceira observação é que se as peças quebradas não forem reparadas em tempo, a tendência é que acabem por comprometer o desempenho de outras peças e também a destruição de toda uma engrenagem ou motor.

Há pessoas que são assim como peças quebradas que acabam por prejudicar outras pessoas. É lamentável que isto ocorra. Lembre-se das palavras de Jesus em Mateus 23.15: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós!”

       Cabe a cada um de nós, prezado leitor, deduzir destas palavras qual é o nosso papel na engrenagem da vida. Cabe a mim e a você dizer se temos sido peças que promovem a harmonia, que contribuem para o perfeito funcionamento de nossas relações ou se somos como aquela peça no motor daquela brasília. Que sejamos peças sempre retificadas e renovadas pela maravilhosa manifestação da misericórdia (Lamentações de Jeremias 3.21-26) e graça de Deus.

       Olhemos para dentro de nós mesmos e busquemos, com a ajuda indispensável do Espírito Santo, encontrar o que está nos impedindo que corramos com perseverança a carreira que nos está proposta. Nunca é demais lembrar o que disse o escritor da carta aos Hebreus: “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma. Ora, na vossa luta contra o pecado, ainda não tendes resistido até ao sangue” (Hebreus 12:1-4).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS