quarta-feira, 19 de outubro de 2016

DE VOLTA AO PARAÍSO.

DE VOLTA AO PARAÍSO.

“Todo nosso ser almeja voltar ao Éden de onde nunca deveríamos ter saído”.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Todos nós desejamos ardentemente viver em um lugar onde haja paz, segurança, alegria, justiça, etc... Ainda mais em dias como esses nos quais as notícias sobre guerras, violência e conflitos têm nos feito andar inseguros, desconfiados e assustados. Todos ansiamos por um lugar onde se possa andar com segurança.

Nós, os evangélicos, costumamos cantar hinos que se referem ao céu, o Paraíso preparado para todos aqueles que creem no Senhor Jesus Cristo. Cantamos coisas como: “Tenho lido da bela cidade”, “Oh! Pensai nesse lar lá do céu”, “Com Jesus há morada feliz”. Todos ansiamos por voltar ao Paraíso de onde nossos primeiros pais foram expulsos por causa da desobediência. Aquele lugar era considerado um Paraíso por algumas razões muito importantes, que queremos expor neste artigo.

Em primeiro lugar, era Paraíso porque toda a criação vivia de forma harmônica, em um perfeito ecossistema. Tudo que Deus fez era perfeito e Deus viu que era bom. Antes do pecado, o Éden era um lugar onde reinava a ordem, a harmonia, a paz. Havia ali um perfeito sincronismo, uma perfeita relação entre todas as coisas que foram criadas. Havia equilíbrio entre a flora e a fauna, entre o mundo vegetal, mundo animal, mundo mineral. Tudo funcionava coesamente. Não havia lá a poluição, excremento da ambição desenfreada que leva o homem a contaminar o ar e a água. Foi depois da queda que a desordem, e o caos se instalaram e a criação foi afetada de forma a se desorganizar. 

Em segundo lugar, era Paraíso porque toda a criação vivia de forma harmônica com o seu Criador.  Antes da queda, a criação e o Criador viviam de forma harmônica e gozavam de um perfeito relacionamento. A obra prima da criação, o homem, gozava de uma comunhão com Deus que ninguém gozou, nem mesmo Cristo, o segundo Adão. Nossos primeiros pais foram criados perfeitos e viviam em um mundo perfeito. Já Cristo era o homem perfeito, mas veio na plenitude dos tempos, em um momento histórico de caos e opressão quase sem precedentes. A comunhão de nossos primeiros pais com Deus, o Criador, era uma comunhão profunda e intensa. Mas o pecado afetou tanto o relacionamento de Adão e Eva com Deus, como também afetou a natureza. Paulo afirma em Romanos 8.20-21: “Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus”.  Por isso o Éden é o Paraíso para onde todos nós ansiamos voltar, pois ali havia perfeita harmonia entre o Criador e toda sua Criação. Era um lugar de extrema felicidade.

Hoje, ao viajarmos de carro para o interior do país, para aquelas regiões mais remotas e menos habitadas pelos seres humanos, nos encantamos com a natureza. Como é bela e imponente aquela montanha em cuja base há um lindo vale no meio do qual corre um caudaloso e belo rio. Ali, aonde o homem ainda não chegou, podemos ver um pouco da harmonia entre o Criador e a criação. Ali há paz, integração, ecossistema... é para um lugar assim que nós os filhos de Deus, caminhamos e ansiamos chegar.

Até lá, meu caro leitor, pois se aqui é bom, lá é incomparavelmente melhor.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS