sábado, 15 de outubro de 2016

LEI E GRAÇA – DOIS LADOS DA MESMA MOEDA

LEI E GRAÇA – DOIS LADOS
DA MESMA MOEDA
“Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir”. Mateus 5.17

“A lei aponta para a Cruz e a Cruz aponta para a lei”.
Rev. Dr. Martin L. Jones

Será possível haver uma relação entre a Lei e a Graça? Se vivemos nos tempos da Graça, o que a Lei tem a ver conosco? O que Jesus queria dizer com estas palavras proferidas no Sermão do Monte, quando se refere de forma clara à Lei?

Estas e outras perguntas sobre Lei e Graça devem ser respondidas de forma satisfatória. Temos, aqueles que pensam que por vivermos na dispensação da Graça, então a Lei já não tem nada a ver conosco. Por outro lado temos grupos que radicalizam do outro lado, vivendo ainda sob o aguilhão da lei.

Quando Jesus proferiu estas palavras, os judeus viviam sob o jugo da Lei que, aviltava o pecado e condenava o pecador de forma implacável. Não tinha jeito; pecou, corre e sacrifica. Jesus prega o Sermão do Monte e logo depois de ter descrito o Caráter do Cristão (Mateus 5.1-16) no qual ele mostra como o cristão é, vai então ensinar como o cristão deve viver. Assim ensina que nessa questão do ser e fazer, a Lei não pode ser desprezada. Ele mesmo disse que não veio para revogar, mas sim para cumprir a lei.

É importante notar aqui o verbo cumprir usado por Jesus e registrado por Mateus. Este verbo tem dois sentidos.

O primeiro indica que tudo aquilo que a Escritura prescrevia e preconizava quanto ao Messias, de fato haveria de ser cumprido. Seu nascimento, sua vida, sua obra, seu sofrimento, sua morte e ressurreição, tudo, absolutamente tudo isso, haveria de ser cumprido. É mesmo extraordinário observar aquilo que os Profetas disseram a seu respeito, tudo se cumpriu. Nada há na história da religião tão preciso e precioso. Era preciso que tudo se cumprisse! A leitura de Mateus 16.21-22 nos mostra que Jesus tinha consciência de que cada item de seu ministério terreno deveria ser seguido criteriosamente.

O segundo sentido no qual o verbo cumprir é usado aqui por Jesus, tem a ver com a prática de cada exigência da Lei. Jesus observou de forma plena todos os Dez Mandamentos prescritos por Deus e entregues a seu servo Moisés lá no Sinai. Nenhum deles foi negligenciado. Jesus foi Perfeito Homem e assim tornou-se capaz de representar os eleitos de Deus na cruz do Calvário.

A Lei e os Profetas foram observados criteriosamente por Jesus. Agora ele ensina que cada cristão deve procurar fazer o mesmo. É óbvio que jamais qualquer outro homem, a não ser Jesus, pode e poderá cumprir todas as exigências da Lei, mesmo porque somos concebidos em pecado, nascemos pecadores e nossa natureza nos leva à prática do pecado. Mas a Graça é, agora, nossa motivação maior, pois sabemos que quando pecamos, contra nossa vontade, Deus disponibiliza seu perdão. A Lei continua sendo nosso aio, nosso prumo, nossa régua com a qual medimos e mensuramos nossas atitudes e conferimos se as mesmas estão dentro dos padrões e princípios vivenciados por Cristo. A Lei e a Graça são os dois lados da mesma moeda na qual temos o real valor da vida cristã.

Na verdade, a Lei nos envia a Cristo para, em Cristo, sermos justificados por sua Graça, e Cristo nos envia à Lei novamente para vivermos por ela disciplinados. Vivamos, portanto, sob o manto da Graça e a Doutrina da Lei e assim sejamos como Cristo foi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS