sábado, 22 de outubro de 2016

“LIVRES PARA CORRER”

LIVRES PARA CORRER”
(Hebreus 12.1-2)
“Um atleta de Cristo é mais que vencedor”.
Rev. Mauro Sergio Aiello.

No dia 31 de Dezembro de cada ano, as atenções se voltam para um grande evento desportivo, A CORRIDA DE SÃO SILVESTRE, que acontece em São Paulo. A largada acontece em frente ao Museu de Arte Moderna, na Avenida Paulista, e chegada é na mesma avenida, em frente ao edifício da Fundação Cásper Líbero, já que foi o jornalista Cásper Líbero quem, em 1924, ao assistir a uma corrida pedestre noturna em Paris, idealizou a Corrida de São Silvestre, por ele assim chamada pelo fato de se realizar, inicialmente, na noite de 31 de Dezembro. Hoje, internacionalmente conhecida, a São Silvestre é a maior e mais famosa corrida pedestre do mundo.

Casper Libero era um apaixonado pelo esporte e, mesmo diante das maiores dificuldades, como nas edições de 1932 durante a Revolução Constitucionalista, em que os paulistas lutaram contra outros estados do país, e em plena II Guerra Mundial, não mediu esforços para que a prova acontecesse. Quando veio a falecer, em 1943, a competição já tinha conquistado os paulistanos e continuou mais viva ainda.

Até a sua 20ª edição, a São Silvestre era disputada somente por brasileiros. A partir de 1945, assumiu caráter internacional com a presença de convidados do Chile e Uruguai. Depois disso, correram pela ruas de São Paulo atletas americanos, europeus, africanos e asiáticos. Na nova fase, o atletismo nacional saiu-se vitorioso somente nos dois primeiros anos, quando Sebastião Monteiro cruzou em primeiro a linha de chegada.

Quando a ONU instituiu o Ano Internacional da Mulher, em 1975, o jornal A Gazeta Esportiva, organizador da prova e de olho nos acontecimentos mundiais, instituiu a primeira competição feminina, que foi realizada em conjunto com a masculina, mas com a classificação em separado. A campeã da inédita prova foi a alemã Christa Valensieck, que voltou para repetir o feito no ano seguinte.

Diversas alterações ocorreram na estrutura da São Silvestre a partir de 1989 com o objetivo de aprimorar o seu nível técnico. Inverteu-se o sentido do percurso, separou-se a corrida masculina da feminina dando maior destaque a ambas e alterou-se o horário da prova para o período da tarde. Em 1991, o percurso foi ampliado para 15 mil metros, atendendo às especificações da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) para poder integrar o calendário de provas de rua”. (Informações extraídas do Site www.saosilvestre,com.br/2003).

Não sei quantos dos leitores tiveram a oportunidade de assistir, pelo menos, quem sabe um pequeno trecho dessa corrida. Antigamente essa competição tinha início exatamente às 00h00 do dia primeiro do mês de Janeiro. Naqueles tempos as mulheres corriam junto com os homens. Hoje há duas competições em separado, ou seja, primeiro acontece a competição feminina e depois a masculina e ambas no horário da tarde. Quando posso, assisto um pouco e, nesses casos quando vejo que nenhum dos brasileiros tem chance de vencer, desanimo e mudo de canal.

De tantas coisas que me chamam a atenção em competições como essa, quero me referir a uma que tem muito a ver com o texto bíblico acima citado; trata-se da magreza dos corredores. Os corredores são magérrimos, os ossos saltados e mais parecem com alguém que acabou de sair de um campo de concentração.

Mas é assim que tem que ser; quanto mais magro, mais leve para correr. Quanto menos peso, mais livres são os movimentos.

O escritor da carta aos Hebreus diz assim: “...desembaraçando-nos de todo peso,...corramos com perseverança a carreira que nos está proposta”.

Cada cristão é um corredor, um fundista, alguém que quer alcançar a linha de chegada. A vida cristã é comparada a uma carreira (corrida); e cada um de nós deve correr da melhor forma possível. Paulo diz: “....completei a carreira”.

Meus irmãos: se quisermos correr com dignidade a carreira cristã, é preciso que nos desvencilhemos de tudo aquilo que pode atrapalhar nossos movimentos, que pode nos fazer pesados e sem condições de alcançar a linha de chegada como campeões da fé.

O que te faz pesado e dificulta teus movimentos: o orgulho, o materialismo, o secularismo, as questões pessoais e a falta de perdão; o mundanismo. Pare e pense seriamente; reflita e livre-se do peso do pecado que te faz preso e sem condições de correr como um verdadeiro campeão.

O mundanismo, o secularismo, o consumismo e o materialismo são fatores que dificultam nossa jornada, que pesam de tal forma que não podemos, com desenvoltura, correr a carreira que nos está proposta.

Lembre-se sempre da experiência daquele jovem que procurou Jesus perguntando-lhe o que deveria fazer para ter a vida eterna:

“E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades”. (Marcos 10:16-22 )

Qual é o peso que te impede de correr com suficiência? Identifique-o, livre-se dele e corra a carreira cristã como um bom atleta de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS