domingo, 16 de outubro de 2016

MANTENHA O EQUILÍBRIO

MANTENHA O EQUILÍBRIO
(I Coríntios 14.15)

Não pense com o coração; não sinta com a mente.
No primeiro caso somos passionais.
No segundo, racionais.
Uma boa mistura nos garantirá o equilíbrio.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Lá por volta do ano de 1962, quando eu tinha oito anos de idade, minha mãe comprou uma bicicleta Phillips. Meu pai, então, teve a tarefa de ensinar a mim e a meu irmão, a andar na tal bicicleta. Aprendemos com algumas quedas, mas aprendemos. O fundamental é manter o equilíbrio. Eu me diverti muito com aquela bicicleta.

Equilíbrio é fundamental na vida da gente. O equilíbrio não é só necessário para andarmos de bicicleta. Para tudo na vida, precisamos deste ingrediente indispensável: o equilíbrio.

Para que possamos manter o equilíbrio é importante que misturemos bem o coração com a mente. Essa mistura é muito importante. Na verdade, essencialmente, devemos pensar com a mente e sentir com o coração. Se pensarmos com o coração, vamos agir passionalmente e, geralmente quando isso acontece acabamos, levados pelas emoções exacerbadas, por tomar decisões equivocadas. Outro erro é sentir com a mente. Quando agimos assim, nos tornamos frios, calculistas, legalistas. Sentir com a cabeça faz-nos ver o mundo em preto e branco.

Quando misturamos bem o coração com a mente, a justiça que praticamos é sempre indulgente, misericordiosa, longânima (Tiago 2.13). Se julgamos com o coração podemos ser traídos pelos sentimentos. Jeremias disse: Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9 RA). Se julgamos só com a mente, como já vimos acima, corremos o risco de nos deixar levar por um legalismo cego, um radicalismo intransigente, numa atitude que mais se configura como vingança do que com justiça.

Deixar-se levar pelas emoções é um enorme perigo. Eu me lembro do episódio envolvendo Esaú e Jacó. O primeiro havia saído para caçar e não conseguiu êxito em sua empreitada. Retornando para casa sentiu o atraente aroma de uma refeição que Jacó havia preparado: um guisado de lentilhas. Acabou trocando as bênçãos da primogenitura por um prato de lentilhas. É interessante aquilo que Esaú diz ao seu irmão quando este lhe propõe a troca: Ele respondeu: “Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura?” (Gênesis 25.32). Saul é outro que se deixou levar pelo coração e acabou por naufragar como rei de Israel. Pensar com o coração, não é sensato. Sentir com a mente é racionalidade vã, insensibilidade.

Na primeira carta de Paulo aos coríntios o apóstolo dos gentios faz uma observação interessante quanto a essa questão do uso da mente e do coração: “Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente” (I Cor. 14.15). É óbvio que aqui a questão envolvida era o uso excessivo das emoções no culto, quando os coríntios se deixavam possuir por um êxtase no qual todos os “fenômenos” eram legitimados em nome do Espírito Santo. Paulo exorta a que aqueles irmãos buscassem o equilíbrio necessário para que o Culto, a Liturgia, acontecesse em de forma ordeira e inteligível.

Procure alimentar sua mente de conhecimento, enriqueça-se intelectualmente. Encha seu coração do amor que vem do céu. Misture os dois e você terá a sabedoria de que precisa para poder caminhar em pé, sem nunca ser abalado. Adquira um conhecimento teológico robusto mas lembre-se de que se sua vida não for marcada por atos de genuína piedade, você é como um belo biscoito de polvilho: grande mas inconsistente.

Mente & Coração, Coração & Mente, eis aí uma mistura que sempre dá certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS