sexta-feira, 14 de outubro de 2016

O CARÁTER E O CARISMA

O CARÁTER E O CARISMA
(Mateus 5.13-16)

“Viva primeiro; fale depois”.
Rev. Mauro Sergio Aiello

“Um homem levou sua filha a uma quermesse, e ela correu imediatamente para uma barraca e pediu algodão-doce. Quando o atendente entregou à menina um algodão-doce enorme, o pai lhe perguntou: - Querida, tem certeza de que pode comer tudo isso? - Não se preocupe, papai – ela respondeu-, sou maior por dentro do que por fora. Aí está o verdadeiro caráter – ser maior por “dentro”. John C. Maxwell em As 21 Indispensáveis Qualidades de Um Líder, Mundo Cristão, pg.18

       O caráter não é forjado nos momentos de crises e de provações, mas é nas crises e provações, nas circunstâncias adversas da vida, que cada um de nós mostra o caráter que possui. É aí que revelamos quem na verdade somos.

       Vivemos em dias nos quais a maioria de nós premia o carisma em detrimento do caráter. Mas não podemos esquecer que foi o carisma de Tim Jones que levou aproximadamente 900 pessoas a tomar suco com cianureto. Se os seguidores tivessem o cuidado de analisar o caráter de seu líder, certamente não se deixariam iludir. O carisma mostra o homem por fora e o caráter, revela quem somos por dentro.

       No livro já citado, encontramos a história de Bill Lear, o construtor do Jato Lear, um dos mais usados jatinhos de grande autonomia e velocidade. Quando dois desses aviões caíram, Bill Lear mandou deixar em terra todos os demais até que as causas das quedas pudessem ser diagnosticadas. Vale ressaltar que Bill Lear arriscou sua vida para descobrir o motivo e depois de tê-lo feito, corrigiu todas as demais aeronaves. Isso custou muito de seu prestígio e também valeu dólares a menos em sua conta bancária. Entretanto, Lear jamais se arrependeu de sua decisão. Estava disposto a arriscar seu sucesso, sua fortuna e mesmo sua vida para solucionar o mistério da queda dos dois aviões – mas não arriscaria sua integridade. E para isso é preciso ter caráter.

       Na carta de Tiago, no primeiro capítulo, (1.1-16) aprendemos que devemos enfrentar as provações e as circunstâncias de crises com alegria, perseverança, sabedoria, fé e firmeza de propósito.

       A adversidade é uma encruzilhada que obriga a pessoa a escolher um dos dois caminhos: o caráter ou a concessão. Escolher o caráter pode implicar em prejuízos, como foi com Bill Lear, mas fortalece ainda mais o caráter (Tiago 1.4b). Ter carisma e não ter caráter é assemelhar-se àquilo que diz o adágio popular: “Por fora bela viola, por dentro, pão bolorento”. Alexander Solzhenitzen, ganhador do Prêmio Nobel, observou: “O significado da existência terrena não reside – como fomos acostumados a pensar – na prosperidade, mas sim no desenvolvimento da alma”.

       Mire-se em Cristo, pois, ele não fez concessões, mas revelou caráter...”Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, estavam as multidões maravilhadas de sua doutrina; porque ele as ensinava como que tem autoridade e não como os escribas”. (Mateus 7.28-29)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS