quinta-feira, 6 de outubro de 2016

O CONHECIMENTO DE DEUS

O CONHECIMENTO DE DEUS
(João 17.3)
 “Há uma sutil diferença entre saber coisas sobre Deus e conhecer Deus”. Rev. Mauro Sergio Aiello

A Bíblia fala em diversos textos sobre a necessidade e o valor do conhecimento de Deus. (Isaías 1.1-20; Oséias 6.1-6; João 17.3, por exemplo). É importante conhecer a Deus porque este conhecimento será como um filtro que determinará tudo o mais em nossas vidas. O conhecimento de Deus irá determinar qual deve ser meu lazer, minha agenda de compromissos, as amizades que devo ter, os ambientes que são e os que não são convenientes, como me trajar, como falar, e tudo o mais que se possa imaginar.

Mas é oportuno, também, que façamos uma distinção entre conhecer sobre Deus e conhecer a Deus. Pode não parecer, mas há uma distinção aí; conhecer sobre Deus equivale saber coisas a respeito da pessoa de Deus, mas conhecer a Deus implica em termos intimidade com Ele. Para exemplificar: eu conheço muitas coisas sobre o Presidente Fernando Henrique Cardoso, mas não posso dizer que goze de sua intimidade, posso conhecer muitos itens de sua biografia, mas não posso dizer com honestidade que o conheça sequer pessoalmente.

Este conhecimento de Deus, mais íntimo, mais intenso, só é possível através da pessoa de Cristo Jesus. A missão do Messias incluía este item tão importante, ou seja, tornar Deus conhecido. (Hebreus 1.1-3). Em seu evangelho João afirma de forma concludente: "E a vida eterna é esta; que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste". (João 17.3) Este é o conhecimento que salva, que redimi, que liberta.

Somente a pessoa de Jesus é que pode fazer com quem conheçamos a Deus intimamente e tornar possível assim nossa salvação. Ninguém, absolutamente ninguém, pode dizer que conhece Deus se ainda não nasceu de novo. Somente quem nasceu de novo pode ter a mente de Cristo (I Cor. 2.16) e então pode afirmar que conhece Deus.

Mas é preciso que compreendamos que este conhecimento precisa ser desenvolvido. É um conhecimento que deve crescer, pois, na medida em que me aprofundo na intimidade com Deus, sei o que é que devo fazer que O agrade. E agradar a Deus é a preocupação legítima de todo aquele que foi convertido, de todo aquele que ouviu o evangelho, creu, e então se tornou nova criatura, foi regenerado. Por isso, toda informação sobre Deus contida nas Escrituras Sagradas, deve se tornar conhecida dos filhos de Deus. Deus, através de Isaías, reclamou certa feita, de que seu povo não tinha conhecimento, o povo não tinha entendimento. (Cf Isaías 1.3). Por outro lado, o profeta Oséias advertiu no passado: "Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor;....Oséias 6.3; e mais adiante lemos: "Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos" Oséias 6.6.

Quem é Deus? Responder a esta pergunta com a clareza da mente e com o fervor do coração é a tarefa de todo cristão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS