quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O INDIVÍDUO COLETIVO

O INDIVÍDUO COLETIVO
(Isaías 41.6)

“Compaixão é a sua dor no meu coração”.
E.C. Mackenzie

Em um dia destes ouvi, no rádio, uma bela história acontecida nos Estados Unidos da América, em uma escola para crianças especiais. Eu estava na direção do meu carro e não sei dar mais detalhes, pois, é óbvio, dividia minha atenção no trânsito.

O locutor contou que, na referida escola de crianças especiais, estava acontecendo uma olimpíada. A audiência naquele dia estava nas arquibancadas à beira da pista de corrida. Era composta, em sua maioria por pais de alunos, parentes, amigos, professores, autoridades, curiosos, outros alunos. A modalidade a ser disputada era o clássico cem metros rasos. Os atletas já estavam postados na linha de partida aguardando o sinal que iniciaria a corrida até a linha de chegada.

O sinal foi dado e os atletas saíram correndo, procurando alcançar a linha de chegada, com exceção de um pequeno menino que, tropeçando caiu ao chão e ali ficou chorando. Os demais competidores, ao ouvirem o choro, foram parando e voltaram para a linha de partida. Rodearam o pequeno menino e procuravam consolá-lo. Uma menina, portadora da Síndrome de Down (mongolismo) ajoelhou-se diante dele e, depois de lhe dar um beijo, disse: - Pronto: você já vai ficar bom. Em seguida todos ajudaram o pequeno atleta a se colocar em pé e, juntos, de mãos dadas, caminharam até a linha final, ultrapassando-a ao mesmo tempo.

Os espectadores se colocaram em pé e aplaudiram por alguns minutos. Lágrimas, e abraços, corações acelerados, braços arrepiados. A cena comoveu a todos, e ao ouvi-la no rádio do meu carro, senti-me como se estivesse lá. Comovi-me também e espero que esse relato comova você, prezado leitor.

Deste episódio tiramos algumas lições importantes para cada um de nós. Permita-me enumerar e citar algumas:

1. O COLETIVO É MAIS IMPORTANTE QUE O INDIVIDUAL

“O homem não é uma ilha”, asseverou certo filósofo. Outro arrematou dizendo: “O homem é um ser social”. Nossa vida adquire contornos mais indeléveis quando procuramos viver para servir o outro. Nos importarmos com o bem do outro é uma atitude muito importante. Ninguém é absolutamente independente. Dependemos um do outro. Se você pensa só em você, não se esqueça que não poderá nunca lamentar o desprezo dos outros.

2. O MAIS IMPORTANTE É AJUDAR OUTROS A VENCER

Nossas vitórias individuais são muito importantes, mas ajudar outros a vencer e cruzar a linha de chegada é muito importante também. O egoísta só pensa em si, mas o cristão pensa, também no outro. Levá-los à vitória é o máximo da superação.

3. NOSSAS VITÓRIAS DEVEM SER FRUTO DE NOSSA FORÇA E NÃO DA FRAQUEZA DOS OUTROS.

Vencer os fracos é tarefa fácil. Derrotar os inaptos é uma missão que ofusca o brilho da vitória. Todavia, vencer competidores fortes, à altura, superar os mais fortes que nós mesmos, é, sem sombra de dúvidas, um grande feito.

Olhe ao seu redor e perceba que você não está sozinho. Compreenda que você depende dos outros assim como os outros dependem de você, igualmente. Não seja um ermitão, um solitário, um independente, um egoísta, mas sim um cidadão do mundo, num mundo onde o que mais importa mesmo, é o amor com que amamos e somos amados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS