segunda-feira, 24 de outubro de 2016

ONDE ESTÁ A GRAÇA?

(Efésios 2.8-10)
“É certo dizer: Sem Deus a vida é mesmo sem graça”.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Essa á a pergunta que fazemos quando alguém tenta se passar por engraçado. Mas aqui, com esta pergunta, não estamos nos referindo a esse tipo de situação. O termo graça aqui tem mais um sentido teológico do que sociológico. Quando perguntamos - onde está a graça? – estamos nos referindo à graça inefável de Deus revelada na maravilhosa pessoa de seu filho Jesus Cristo.

Philip Yancey, em seu livro intitulado – Maravilhosa Graça – conta que:

“....durante uma conferência britânica a respeito de religiões comparadas, técnicos de todo o mundo debatiam qual a crença única da fé cristã, se é que existia essa crença. Eles começaram eliminando as possibilidades. Encarnação? Outras religiões tinham diferentes versões de deuses aparecendo em forma humana. Ressurreição? Novamente, outras religiões tinham histórias de retorno dos mortos. O debate prosseguiu durante algum tempo até que C.S Lewis (teólogo inglês) entrou no recinto.  - A respeito do que é a confusão?” ele perguntou, e ouviu as respostas dos colegas de que estavam discutindo sobre a contribuição única do cristianismo entre as religiões do mundo. Lewis respondeu:  - Oh! Isso é fácil. É a graça”. (Pg. 45)

De fato somente o cristianismo fala da graça de Deus revelada em Cristo Jesus. Somente o cristianismo possui esta mensagem tão importante para todos os tempos, situações, raças, tribos e nações. Na carta de Paulo a Tito lemos: “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões humanas, vivamos no presente século, sensata, justa e piedosamente,...” (Tito 2.11-14)

Para muitos é simples afirmar que foram alcançados pela graça de Deus e que agora estão garantidos para viver a eternidade na presença dEle. Todavia, a graça de Deus se manifesta não apenas salvadora, mas educadoramente falando. Ela molda nosso caráter, nos reeduca, faz com que tenhamos um novo estilo de vida. Daí usarmos essa pergunta como título desse artigo ONDE ESTÁ A GRAÇA?

Paulo disse aos crentes de Éfeso: “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2:4-10)

       O que fica explicitado é que a graça que nos salvou, nos educa para vivermos a vida cristã de forma piedosa. Dizer que fomos alcançados pela graça, mas vivermos sem o carisma que daí advém, é contra-senso. Por isso, perguntamos a todos os que dizem terem sido alcançados pela graça:

Onde está a graça de Deus no relacionamento com o cônjuge? É comum observar gente vivendo de meras aparências. Fazem certinho a lição de casa na presença dos outros, mas na intimidade do lar, a graça já evaporou há muitos anos. Quase não se falam, não se tocam e nem trocam juras de amor e fidelidade. É tempo de resgatarmos a graça de Deus nos relacionamentos conjugais.

Onde está a graça de Deus no relacionamento entre pais e filhos? Pais que ignoram seus filhos ao se dedicarem excessivamente em aumentar seu patrimônio. Filhos que se revoltam vivendo uma agenda totalmente alienada do lar. Filhos que tomam suas decisões à revelia, sem consultar seus pais e nem levar em consideração o que eles dizem. A graça mudou de endereço; agora está no clube, na academia, no Shopping Center, nas amizades. É tempo de resgatarmos a graça de Deus no relacionamento dos pais com seus filhos e vice-versa.

Onde está a graça de Deus no relacionamento entre os irmãos em Cristo? Somos morosos em perdoar; alimentamos rancores e mágoas. Não tratamos, como deveríamos (Mateus 18.15-35), nossos conflitos pessoais. Somos seletivos, e muitas vezes elitistas, nas amizades que fazemos. Vez por outra somos instrumentos de discórdias e facções, nos esquecendo do que Deus diz através do proverbista: “Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos.” (Provérbios 6:16-19)

Onde está a graça nisso tudo?

É tempo de buscar incrementar a graça de Deus para podermos evangelizar.

Querido leitor: foi a Maravilhosa e Incomparável Graça de Deus que nos alcançou. Nós, por nossos próprios recursos e méritos, jamais alcançaríamos tão rica e abundante graça, mas ela veio até nós. Assim, busquemos imitar o Eterno e encharquemos nossa vida com essa graça de tal forma que ela se manifeste em todas as horas e em todos os lugares a ponto de podermos mostrá-la antes que alguém nos questione dizendo: Onde está a graça?    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS