terça-feira, 4 de outubro de 2016

OS DOIS CONSTRUTORES

OS DOIS CONSTRUTORES
(Mateus 7.24-27)
“Os homens, de um modo geral, constroem para um século;
os cristãos, para a eternidade”. Edward Young

Outro dia fiquei estarrecido com as imagens de um documentário, da destruição causada pelo furação Andrews que acometeu o litoral de Miami. Centenas e centenas de casas totalmente destruídas. Vi cenas de telhados sendo arrancados pela força dos ventos, janelas sendo estilhaçadas, barcos sendo arremessados contra o cais, carros tombados, fios eletrocutando tudo ao redor, a cidade às escuras.

A tecnologia consegue prever quase tudo sobre estas tormentas. Onde elas começam, qual a velocidade dos ventos, quantos milímetros de água se precipitará. Mas, a despeito de todo este aparato tecnológico, o que o homem não tem conseguido fazer é impedir que a tormenta venha. E por mais que se saiba a esse respeito, a violência dos tais furacões é algo que não se consegue controlar.

Há determinadas circunstâncias em nossas vidas que se assemelham a estas tormentas. Ainda que as possamos prever, elas chegam com força tentando destruir tudo ao nosso redor. Estas tormentas querem destruir nosso lar, o relacionamento com o cônjuge, nossos relacionamentos em nosso local de trabalho, nossa vida cristã, nosso ministério na Igreja e assim por diante.

Jesus se refere a estes temporais no texto de Mateus 7.24-27. Eles não são exclusividade do ímpio, do incrédulo, daquele que não tem Jesus como seu Senhor e Salvador. Essa realidade também acontece para os crentes, para aqueles que nasceram de novo, que foram regenerados. Certamente o leitor sabe muito bem do que estou dizendo. Tenho um Pastor e irmão, a quem amo demasiadamente. Ele é um exemplo de vida cristã para mim. Esse amado Pastor perdeu sua querida esposa vitimada pelo câncer. Ouvi dizer que, referindo-se à enfermidade que causou a morte de sua esposa, ele disse: - Agora eu entendo as palavras do Salmista quando disse que as lágrimas eram o seu alimento todos os dias. Nenhum de nós está isento de enfrentar esses temporais, estas tormentas que procuram assolar nossa existência.

Foi sobre isso que Jesus falou no texto aludido. O temporal vem sobre nossas edificações, ou seja, sobre as nossas vidas. Se ela for edificada sobre a rocha, certamente ficará em pé, mas se for edificada sobre a areia, qualquer vento a derrubará. Edificar a casa sobre a rocha equivale a ouvir e praticar os ensinamentos de Jesus. Edificar a vida sobre a areia equivale a ouvir as palavras de Jesus, ouvir seus ensinamentos e simplesmente, não fazer caso deles, ou seja, não praticá-los.

Esteja atento: os temporais e as tormentas vêm e vão. Pode ser que um destes temporais esteja se avizinhando. Pode ser que nuvens escuras estejam rondando tua moradia, que conflitos e contendas se tornem dura realidade pra ti. Você só se manterá em pé se tua vida estiver fincada na rocha que é Cristo. Sua edificação permanecerá em pé se estiver baseada no fundamento sólido que é a prática da palavra e dos ensinamentos de Jesus. Ouvir e não obedecer é como construir sobre a areia. Ouvir e obedecer, é construir sobre a rocha. Aí não há tormenta que suplante e destrua. (Salmo 112)

Construir todos nós queremos. Mas construir sobre o fundamento certo e adequado, é a primeira providência que um bom construtor toma. O alicerce é tudo. Finquemos nossas vidas nos ensinamentos de Jesus. Certamente os temporais virão, mas nós os enfrentaremos em pé, como aqueles castelos construídos sobre as rochas. O temporal veio e foi, mas aqueles castelos ficaram como testemunhas de solidez, força e persistência. Foram construídos sobre um forte fundamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS