quarta-feira, 26 de outubro de 2016

PESCADORES DE HOMENS...

 (Mateus 4.19) 

“Pescar peixes é fácil, muito fácil. Pescar homens é tarefa só para os mais corajosos”.

Rev. Mauro Sergio Aiello

Alguns dias atrás eu vivi a experiência sempre emocionante que é a de jogar a linha com anzol e isca, e esperar com ansiedade o peixe fisgar. É sempre emocionante ver a bóia afundando, dando início a uma batalha do homem contra o peixe. E quanto maior for o peixe, mais emocionante se torna a experiência.

Como já disse, nestes dias aí me enchi de ânimo, fui até uma loja de material para pescaria e adquiri: vara, molinete, linha, bóia, anzol e isca (Petersen). Comprei aquele dispositivo (redinha) para colocar os peixes pescados e aquela outra para guardar o peixe vivo na água. Não via a hora de armar a vara e jogar a linha com a bóia, o anzol e a isca, e mais....pegar um peixão daqueles. Mas... a linha enrolava, o molinete travava, a isca caia no chão ou na beira da lagoa (acabamos pescando com minhoca mesmo). O maior peixe que peguei (e eu peguei um montão de três) tinha uns quinze centímetros.  Pegava o bichinho e na hora de tirar o anzol era uma luta daquelas. O bicho escorregava e caía no chão se melando todo de terra.

Tirei daí algumas lições para a vida cristã. Jesus, diz o texto, passeava junto ao mar e viu dois irmãos, André e Pedro, lançando a rede. Eram pescadores experimentados e viviam da pesca e do comércio de peixes. Então Jesus lhes diz: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mateus 4.19). Pescadores de peixes eles já eram, agora deveriam aprender a pescar homens, e para isso deveriam ir após Jesus.

Cada cristão deve estar consciente de que a vida cristã é tão emocionante quanto uma pescaria. O crente é alguém que deve estar devidamente preparado para, esteja onde estiver, pescar homens para o reino de Deus. E deve vibrar com alegria indizível quando alguém é “fisgado”, quando alguém é conquistado por e para Cristo. Cada um de nós deve ter o mesmo desejo do pescador que sai com rede, para o arrastão, ou aquele que quer sentar-se á beira da água e curtir aqueles gostosos momentos de silêncio e de expectativa até o peixe ser fisgado.

E quanto mais vezes fazemos isso, mais experiência adquirimos. Com toda a certeza, um pescador mais experiente (e graças a Deus não havia nenhum por perto), iria rir gostosamente de minhas trapalhadas. Eu mesmo me achei engraçado, ali na beira do lago, sendo devorado pelos pernilongos! Mas um pescador experiente, com o material que eu havia adquirido, sem dúvida nenhuma pescaria muito mais (e o lugar tinha cada traíra, cada tilápia, gente!).

Olha, meu irmão e minha irmã. Cada um de nós precisa sair a campo e pescar para o Senhor. Jesus disse isso em outros termos ao afirmar: “Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mateus 28:18-20 RA)

Isto é, vá você para onde for, lance a rede, jogue a linha, pesque. Vivamos a emocionante experiência que é sermos pescadores de homens.

Um comentário:

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS