terça-feira, 1 de novembro de 2016

A FLORESTA E A ÁRVORE

(Gn 2.15-17) 
“Olhar uma árvore em detrimento da floresta ao nosso redor, pode nos fazer cometer o erro dos fariseus; coar mosquitos e engolir camelos”.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Todos nós conhecemos de sobra a história na qual nossos primeiros pais desobedeceram a Deus e por isso foram expulsos do Paraíso (Gn 2.15-17 – Gn 3). Mas apenas para recordar, devemos nos lembrar que eles viviam no Paraíso, podiam comer de todas as árvores do Jardim, tinham comunhão intensa e abençoada com Deus, viviam em um perfeito ecossistema, num ambiente de harmonia e paz. Deus havia lhes dito que naquele lugar eles podiam comer do fruto de todas as árvores com exceção de uma (a árvore do conhecimento do bem e do mal), porque se dela comessem, certamente iriam morrer. E foi isso exatamente que eles fizeram, ou seja, comeram do fruto proibido e acabaram sendo expulsos do Jardim do Éden. Tantas árvores, tantos frutos, e eles concentraram sua atenção apenas na árvore da qual não podiam fazer uso.

Pense bem prezado leitor, isso acontece sempre conosco de uma ou de outra maneira, principalmente porque carregamos em nós o vírus do pecado original que é o egoísmo. Por diversas vezes deixamos de contemplar a floresta, deixamos de curtir as bênçãos já recebidas, deixamos de fazer uso delas como fonte de nossa felicidade e ficamos flertando com as árvores proibidas.

A verdade é que temos uma floresta de bênçãos ao nosso redor e acabamos, por conta do egoísmo, nos concentrando apenas naquela árvore proibida. Os fariseus ficaram atentos aos atos e palavras de Jesus quando na sinagoga Jesus observou um homem que tinha uma das mãos ressequidas. (Mateus 12.10) Os “religiosos nota 10” conjeturaram entre si: - Será que irá curar no sábado? Quebrará ele a lei? Estavam prontos a recriminar a atitude de Jesus e deixaram de aprender ricas lições de amor com o mestre. Concentraram sua atenção em uma árvore e deixaram de ver a floresta ao seu redor.

Por diversas vezes eu fico intrigado em observar o quanto concentramos nossa atenção em coisas de pequena importância, passageiras, efêmeras e deixamos de observar bênçãos grandiosas. Os israelitas deixavam-se possuir por um sentimento terrível de desânimo quando surgia um obstáculo em sua jornada e, esquecendo-se da forma extraordinária com que Deus os havia libertado do cativeiro egípcio, murmuravam e sonhavam com os pepinos e bolos de carne do daquela nação opressora. Por isso mesmo eles agiram incredulamente quando o relatório dos espias afirmava que a terra prometida era de fato a terra em que manava leite e mel, onde havia abundância e fartura. Olhavam a pequena e medíocre árvore egípcia e negaram crer na promessa de possuir uma floresta abençoada.

Fico mesmo intrigado ao observar como Deus nos tem abençoado com toda sorte de bênçãos, tanto materiais quanto espirituais, e mesmo assim murmuramos. 
  
Olhe para sua vida e, apesar das dificuldades veja como Deus tem abençoado você. Olhe a floresta ao teu redor! Veja quantas bênçãos temos recebido de Deus, concentre sua atenção, suas energias nisso. Olhe firmemente para o autor e consumador de nossa fé (Hebreus 12.1-3) que nos ensinou que na vida cristã olhamos e assumimos a cruz porque ela é o caminho que nos conduz à glória eterna.

Então....veja a floresta...a floresta (de bênçãos)!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS