sexta-feira, 18 de novembro de 2016

COM + UNIDADE = COMUNIDADE


Salmo 133 – Efésios 4.1-6 
“Que o mundo veja em nossa comunhão e unidade, a mesma comunhão e unidade que Jesus o Filho teve com o Pai quando esteve entre nós, e que assim creia que Cristo veio ao mundo”.
Rev. Mauro Sergio Aiello

Viver em um grande centro, em uma zona urbanizada traz consigo algumas vantagens. Tudo fica mais perto; o açougue, o supermercado, o shopping center, o hospital e muitas outras coisas. Mas viver em um grande centro também representa algumas dificuldades tais como: engarrafamentos, poluição da água, do ar, sonora, filas demoradas em quase todos os lugares, ônibus, trens e metrôs sempre cheios, principalmente nos horários de pico.

Todas essas coisas nos desumanizam, ou em outras palavras, elas nos embrutecem. Acabamos por nos tornar extremamente individualistas, indiferentes, competitivos. Competimos nas filas, nos concursos seletivos (antigamente chamados de vestibulares), no mercado de trabalho. Isso é mesmo terrível!

As Igrejas que vivem nas zonas urbanas são terrivelmente afetadas por essas coisas e daí fica fácil perder de vista o valor e a necessidade que temos, de experimentar a comunhão que deveria nos caracterizar e fazer da Igreja de Cristo, um povo simpático, atraente. (Atos 2.42-47)

Sentamos juntos, um ao lado do outro, mas isso não implica em que estejamos gozando de íntima comunhão. Ora, sentamos juntos e estamos juntos no teatro, no cinema, no shopping, na condução e em tantos outros lugares, mas com toda certeza não conhecemos e nem temos comunhão com aquelas pessoas. E esse jeito urbano de ser, nos faz viver assim na Igreja. Sentamos, levantamos para cantar, sentamos, levantamos para orar e daí por diante, fazemos tudo que convencionamos chamar de adoração e culto comunitário a Deus. Mas será que isso de fato acontece? Será que adoramos a Deus, comunitariamente, mesmo?

A resposta é óbvia; um absoluto não. Sabe o que vem daí? Mais embrutecimento, mais enrijecimento nas relações, mais indiferença, mais individualidade e então acaba-se por aniquilar a unidade. E sem unidade, não podemos falar em comunidade. Só com+unidade podemos concluir comunidade.

Devemos então buscar uma vida de maior disciplina na qual, não nos deixemos levar por essa avalanche de urbanismo, por esse jeito cidadão de ser, por essa agenda onde o fast food (comida rápida) está tão em moda, onde o trem bala é aspiração, onde temos que aprender a cantar rapidinho: "dois hambúrgueres alface, queijo, molho especial, cebola, picles num pão com gergelim" pra ganhar mais um.

Devemos parar para pensar que isso leva ao strees, que isso caleja e nos faz insensíveis, solitários ao invés de solidários. Nossa atenção deve se concentrar em nos esforçarmos para que a Igreja Visível possa gozar de uma unidade bem próxima daquela que a Igreja Invisível goza.

Sem que nos apercebamos vivemos em meio a uma selva de pedra onde a seleção natural é praticada por animais racionais nivelando-se aos animais irracionais. Mas é interessante observar que no reino animal, a despeito da seleção natural, há mais espírito de comunidade do que entre nós, seres racionais.

Vamos lá; vivamos com + unidade e contribuamos para que sejamos de verdade, uma comunidade.                                                                              


Um comentário:

  1. Com todos concordando em Cristo e comungando em Cristo em unidade e com amor e empatia.

    ResponderExcluir

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS