quarta-feira, 2 de novembro de 2016

SOBRE AS INVASÕES E OCUPAÇÕES DAS ESCOLAS. (À TODOS OS PAIS)


Primeiramente quero dizer que não sou contra protestos. No Estado Democrático de Direito, o protesto é uma forma de reivindicar. Todavia, é preciso ser inteligente, também, para fazer qualquer protesto. Também é preciso saber respeitar os direitos da maioria e, além disso, saber o porquê e a razão de ser dos protestos.

Eu me lembro dos “caras pintadas” marchando pelas ruas de São Paulo. A massacrante maioria não sabia por que tinha que pintar as caras e nem porque marchava, mas estava muito feliz por “enforcar” as aulas. E Fernando Color de Mello acabou renunciando. A história, todavia, conta que foi por conta da carga política que o PT e seus apaniguados fizeram que Color caiu. E caiu atendendo o clamor popular.

Eu digo sem a menor sombra de dúvida que a maioria dos estudantes que estão ocupando as escolas hoje, não sabe o que reivindica, a menos que eu esteja enormemente enganado, o que, sinceramente duvido.

Mas eu quero me dirigir aos pais que se opõem a esse movimento e que desejam que seus filhos voltem para casa e para a normalidade da vida. Sim, porque a maioria dos pais e a maioria dos jovens quer as escolas livres para poder continuar a rotina.

Quero dizer a vocês pais, que em primeiro lugar, vocês são responsáveis por isso estar acontecendo. Onde estavam vocês enquanto seus filhos recebiam a doutrinação de esquerda e eram patrulhados e recrutados pelos “educadores” que vivem reclamando do salário e tentando se vingar do governo difundindo a odiosa ideologia de esquerda? Como se nos países de esquerda a educação fosse um primor.

Em segundo lugar, lamento que a maioria dos pais tenha transferido para a escola uma responsabilidade que é a deles; a educação para a vida. Não é na escola que as crianças aprendem a obedecer a hierarquia e respeitar as autoridades, mas sim em casa no convívio com a hierarquia familiar e com a autoridade dos pais. A principal escola da vida é a família. É em casa que aprendemos os primeiros e primordiais princípios para um bom relacionamento fora de casa. Por isso o sábio escreveu (ele não pensava na escola, mas na família): Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. (Provérbios 22.6) Pitágoras disse“Educai as crianças e não será preciso punir os homens”. Excetuando-se uma minoria, para não cometer o erro da generalização, a maioria de vocês seria atendida de imediato se chegassem à porta da escola e chamassem o filho ou filha para fora, se tivessem ensinado o princípio do respeito pela hierarquia e autoridade. Mas os adolescentes não aprenderam sobre esse assunto nem por instrução verbal e nem por exemplo de vida.

Em terceiro lugar, não erro em dizer que a maioria de vocês nunca se deu conta daquilo que a Bíblia ensina sobre o relacionamento pais e filhos. Quantos desses pais ensinaram que aos filhos cabe a observância do quinto mandamento da Lei de Deus que diz: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá”. (Êxodo 20.12) Quero transcrever aqui, parte do que foi veiculado pela imprensa a respeito de um adolescente que acabou morrendo em uma dessas escolas ocupadas:

Um adolescente de 16 anos foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira (24.10.2016) com facadas no pescoço e no tórax na Escola Estadual Santa Felicidade, que está ocupada por estudantes, em Curitiba, de acordo com a Polícia Militar (PM).
A vítima é o estudante Lucas Eduardo Araújo Mota. Mais cedo, o Governo do Paraná havia dito que o sobrenome dele era Araújo Lopes. A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp) informou que o adolescente era aluno da Escola Estadual Santa Felicidade.
O secretário de Segurança do Paraná, Wagner Mesquita, disse que Lucas e outro aluno da escola, de 17 anos, dividiram uma droga sintética e depois se desentenderam. O colega matou Lucas com uma faca de cozinha, conforme o secretário.
O suspeito pulou o muro do colégio estadual e fugiu, sendo apreendido na casa onde mora, no bairro Santa Felicidade. Ele foi levado à Delegacia do Adolescente para prestar depoimento. Ainda segundo o secretário, o rapaz confessou o crime. 
http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2016/10/adolescente-e-encontrado-morto-dentro-de-colegio-estadual-ocupado.html

Lamentável tal episódio sob todos os aspectos! Fico a me perguntar qual seria a atitude do Lucas Eduardo Araújo Mota se os seus pais tivessem ido (não sei se foram) naquela escola e o tivessem chamado para fora da escola e voltar para casa.  Por outro lado o assassino deixou a escola rapidinho, depois do homicídio. E esse mesmo jovem que pode protestar e até matar, não será punido com o rigor da lei por ser menor de 18 anos. Uma grande hipocrisia desse sistema que não previne e nem corrige.

Mas há outro ponto que quero destacar aqui e que tem a ver com os pais: A Bíblia, a mesma velha e desprezada Bíblia, diz: “E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-vos na disciplina e na admoestação do Senhor”. (Efésios 6.4) Não há nada que provoque mais a ira de um filho do que o velho jargão: “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço”. Achei interessante um médico fumando em um corredor de hospital. Como é possível um médico ser fumante. Quem sabe melhor do que ninguém os malefícios que fumar produz ao organismo humano do que o médico? Conheci uma moça que sempre dizia que jamais se casaria. Perguntei a ela qual a razão de ser dessa sua postura e ela me respondeu que se baseava naquilo que ela via no relacionamento conjugal de seus pais. Além de ter que ser exemplo, os pais devem educar seus filhos na “disciplina e admoestação do Senhor”. Os psicólogos, educadores, conselheiros são relativamente importantes em nos dar informações sobre como devemos educar os filhos, mas em primeiro lugar deve vir as Escrituras. A velha e desprezada Bíblia.

Lamento, prezados país, mas vocês perderam o trem da história. Onde estavam vocês enquanto o governo do PT aprovava a lei da palmada? Aliás, muitos nem sabem o que é essa lei da palmada. É a lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente) alterada pela LEI Nº 13.010, DE 26 DE JUNHO DE 2014 sancionada pela "presidenta" Dilma. Agora vocês não tem autoridade sobre seus filhos para ordenar a eles que deixem as escolas para os educadores. Vejam o que diz o sábio: “O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga” (Provérbios 13.24). Eu posso dizer a você que apanhei bastante até meus dez anos de idade. Nunca deixei de amar meus pais. Devo a eles muito do que sou mesmo porque nunca fui açoitado com raiva e nem violentamente. Foram surras pedagógicas e bem dadas. Na forma, na dose e na hora certa.  Ninguém é a favor da violência. Nem a própria Bíblia ensina isso, mas umas varadinhas em dose certa funciona. E como funciona.

O que se aprende na escola pode até não ser levado para casa, mas o que se aprende em casa é mais do que necessário que se pratique na escola. Diz o ditado popular: “O uso de casa vai à praça”.

Os adolescentes devem voltar para casa. Eles devem ocupar suas casas e não as escolas. A casa de vocês, prezados alunos, é o melhor lugar do mundo e é pelo lar de vocês que vocês devem lutar, porque tudo começa em casa e tudo termina em casa, também. 

Pais: Quanto aos seus filhos? Dê tudo a eles e você os perderá. Dê somente o que é preciso e necessário. Ensine-os a conquistar e que necessidade e desejo são duas coisas distintas. Dê seu exemplo de vida a eles. Leve Deus para dentro do coração dos seus filhos. E o temor do Senhor irá ajudar você a educá-los e eles serão receptivos.

Queridos pais: eu oro para que vocês recebam de Deus a sabedoria para, com o exemplo de suas vidas em uma mão e a Bíblia na outra, aplicarem o ensino que realmente fará dos seus filhos cidadãos para o orgulho da nação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS