segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

A IGREJA (3) – NECESSIDADE DA UNIDADE.




"JESUS MORREU POR MIM E POR VOCÊ PARA FAZER COM QUE SEJAMOS NÓS - A SUA IGREJA! NINGUÉM É, INDIVIDUALMENTE, IGREJA PORQUE IGREJA É AJUNTAMENTO SOLENE E NÃO É CONCEBÍVEL AJUNTAMENTO DE UM SÓ".

A Igreja Cristã tem sua origem no Trino Deus. Em Efésios 1.3-14 aprendemos que Deus o Pai escolheu aqueles que iriam compor essa sociedade chamada Igreja de Cristo antes da fundação do mundo. O comentarista bíblico, William Barclay disse o seguinte sobre essa escolha: “Não há nada de espetacular em que você escolha Deus em sua vida. O espetacular está no fato de Deus ter escolhido você”.  Você deve levar em conta que Paulo ao escrever tem em mente a Igreja como comunidade.

O texto diz que Jesus o Filho veio a esse mundo em uma missão de resgate e redenção daqueles que o Pai escolheu antes que houvesse mundo. Para isso Ele deu sua própria e preciosa vida. O texto conclui que o Santo Espírito nos sela depois de termos ouvido o evangelho e crido nas boas novas de salvação. Assim selados, a salvação é algo que não se perde em absoluto.

A Igreja Cristã não é invenção humana. Ela nasceu no coração de Deus o Pai e ao longo da história da humanidade, tanto no VT quanto no NT ela tem sido sustentada por Deus que fez com ela uma Aliança. Deus tem cumprido sua parte nesse Pacto cheio de Graça e Misericórdia.

Por isso quando formos opinar sobre a Igreja devemos colocar guardas em nossos lábios e economizar nossas palavras para não proferir contra ela um julgamento precipitado e pecar contra Deus. Falar da Igreja de Cristo, irresponsavelmente, é cometer o pecado de tomar seu nome em vão. Produzir cisão, divisão, quebra da unidade da e na Igreja, é pecar contra o próprio Deus, seja por palavras ou atitudes.

Ao lermos textos como Salmo 133, I Coríntios 12, Efésios 4.1-16, João 17, somos instruídos quanto ao zelo que devemos ter em manter a unidade Igrejas Locais que são parte e compõem a Igreja Universal.

No Salmo 133, por exemplo, aprendemos que é por meio do exercício da verdadeira comunhão e unidade que Deus propicia sua benção e a vida para sempre. Em I Coríntios 12 o apóstolo Paulo mostra que todos são importantes para o corpo (a Igreja) quando cada um cumpre a parte que lhe cabe na comunidade.

Essa unidade é essencial para o nosso aperfeiçoamento. Paulo fala a esse respeito em Efésios 4.1-16.

Há outros textos bíblicos que mostram direta, ou indiretamente, a necessidade da unidade da Igreja de Cristo para manifestar a Glória do Trino de Deus, para que a Igreja ofereça adoração sem ser rejeitada, e para que o testemunho a respeito de Cristo seja proclamado (João 17.20,21).

O primeiro relato de Lucas a respeito da Igreja Cristã na dispensação do Novo Testamento (Atos 2.41-47) nos ensina que aquela comunidade, ainda sem uma estrutura como a que temos hoje, sem os Ofícios (Diaconia e Presbiterato) ainda não definidos, era uma comunidade que zelava pela instrução dos apóstolos, buscava a santidade, praticava a comunhão com intensidade e era solidária. Por isso Lucas diz que aquela Igreja não apenas crescia, mas era simpática aos que a circundavam (Atos 2.47).

O que você tem feito pela unidade de sua Igreja? Quais têm sido suas ações em busca de uma comunidade onde verdadeiramente Deus é servido com alegria e não dissenções e divisões? Muitas vezes a unidade depende do nosso silêncio. Outras tantas vezes é preciso que aprendamos com o próprio Cristo a prática do amor que desemboca em atitudes legítimas de perdão. Outras vezes é preciso que nos sacrifiquemos e abramos mão dos nossos próprios direitos em detrimento de outros irmãos. É preciso o exercício da verdadeira humildade (Filipenses 2.1-11) seguindo o exemplo do mestre Jesus. É preciso que sejamos suportes para outros irmãos (Colossenses 3.14-17) e que eles estejam dispostos a serem suportes para nós também. É preciso que julguemos com amor e prudência sempre buscando o crescimento e a maturidade cristãs (Gálatas 6.1-5). É preciso que façamos o que temos talento e dom para fazer. Deus nos dota e nos capacita. Em sua Igreja todos são úteis. É preciso que nos enchamos no Santo Espírito de Deus (Efésios 5.15-21) para podermos servir e sermos servidos.

A unidade da Igreja é necessária para expressar a perfeita unidade das três pessoas da Trindade Excelsa – Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

O poder da Igreja se manifesta por ser ela a habitação do Espírito Santo de Deus e esse Santo Espírito nos convida hoje a refletirmos profundamente sobre a unidade por meio da qual a Igreja irá prevalecer até contra as próprias portas do inferno (Mateus 16.18).

Amém.

Um comentário:

SEJA BEM-VINDO E BOA LEITURA!

Fico feliz em que você visite o Blog Conteúdo. Faço parte dessa comunidade de gente que gosta de escrever e expor o que escreve sem nenhum receio de ser lido e contestado. Fique a vontade nessa minha sala de leitura. Espero, sinceramente, que meus escritos ajudem você de alguma maneira, mas principalmente do ponto de vista espiritual. Se você quiser me ajudar ore por mim e peça a Deus que me mantenha firme na fé cristã. Se você não é um cristão como eu, eu gostaria de conhecer você e falar para você sobre minha fé. É só ir na seção dos comentários e fazer contato.

Um abraço.


FAMÍLIA.....

FAMÍLIA.....
O MAIOR PATRIMÔNIO DE UM HOMEM É SUA FAMÍLIA

FILHOS

FILHOS
QUERIDOS